28/08/2014 16h33 – Atualizado em 28/08/2014 16h33

Na manhã desta quarta-feira, 28 de agosto, Reizildo José da Silva, 38 anos, o Chapolim, morreu na Santa Casa de Campo Grande. Às 05h30 aquela casa de saúde ligou para o Hospital Municipal de Chapadão do Sul, para solicitar contato com a família

Da Redação

Na manhã desta quarta-feira, 28 de agosto, Reizildo José da Silva, 38 anos, o Chapolim, morreu na Santa Casa de Campo Grande. Às 05h30 aquela casa de saúde ligou para o Hospital Municipal de Chapadão do Sul, para solicitar contato com a família.

Chapolim foi vítima de um disparo de arma de fogo na entrada da Fazenda Kasper, em Chapadão do Sul, na noite desta quarta-feira (27).

O corpo de Chapolim deverá ser transladado para Chapadão do Sul, onde será velado e sepultado.

A vítima era viúvo de Maria Aparecida de Brito, que foi assassinada no dia 20 de agosto, último passado, no interior de sua casa, conjugada com o Bar Dois Corações, de sua propriedade.

O suspeito do assassinato fugiu com o carro da família. Chapolim era funcionário da Fazenda Kasper e estava no serviço na noite do assassinato da esposa.

O assassino de Chapolim foi encontrado por uma guarnição do COB, na mesma noite e foi preso. Ele alegou que estava sendo ameaçado de morte por Chapolim, uma rixa de mais de três meses. O homem que atirou, J.R. dos S., 32 anos disse que se assustou, quando Chapolim desceu de uma moto e levou a mão à cintura, dando a entender que estava armado.

(*)Com informação de Jovem Sul News

Comentários