16.6 C
Três Lagoas
segunda-feira, 16 de maio, 2022
InícioNotíciasPolíciaHomem com histórico de violência doméstica é preso pela Polícia Civil em...

Homem com histórico de violência doméstica é preso pela Polícia Civil em Três Lagoas

Os crimes continuaram sendo cometidos pelo autor ao longo dos anos, com diversos registros de ameaças e ofensas contra a vítima, mesmo após a separação do casal

Na manhã desta quarta-feira (11), policiais civis da Seção de Investigações Gerais, em apoio a Delegacia de Atendimento a Mulher de Três Lagoas (DAM) prenderam um homem, de 35 anos de idade, em razão de mandado de prisão preventiva por descumprimento de medidas protetivas e pela reiterada prática de violência doméstica contra a ex-mulher, de 39 anos.

O homem preso conviveu com a vítima por cerca de 14 anos, e apresentava um logo histórico policial, com diversos registros de boletins de ocorrência anteriores, como autor de violência doméstica.

Entre os fatos, havia registros desde o ano de 2015, com ameaças praticadas pelo homem contra familiares da vítima.

O histórico de violência doméstica contra a ex-mulher começou com o registro de um Boletim de Ocorrência por injúria, ainda no ano de 2020, quando o agressor ofendeu-a com palavras como “vagabunda”, entre diversas outras ofensas morais graves.

Os crimes continuaram sendo cometidos pelo autor ao longo dos anos, com diversos registros de ameaças e ofensas contra a vítima, mesmo após a separação do casal.

Em janeiro deste ano, a vítima procurou a DAM de Três Lagoas, informando que seu ex-marido a havia ameaçado de morte, fazendo alusão a uma arma de fogo que tinha em sua posse. A mulher narrou que o autor foi até um estabelecimento comercial que ela possui, e após consumir alguns produtos no local, passou a lhe ofender com palavras como “vagabunda” e “pilantra”, e que em seguida saiu de lá, mas logo retornou proferindo ameaças de morte.

Na ocasião, a vítima foi formalmente ouvida na DAM, e mediante representação da delegada de polícia responsável, solicitou medidas protetivas de urgência, que foram decretadas judicialmente proibindo o agressor, entre outras coisas, de aproximar-se dela ou de manter com a vítima qualquer tipo de contato.

Passados dois meses, a mulher procurou novamente atendimento na DAM, informando que o agressor havia danificado um veículo que ela conduzia. De acordo com a vítima, no momento em que saia de sua residência com referido veículo, o ex-marido, de maneira propositada, colidiu outro veículo que ele conduzia contra o veículo conduzido por ela, causando diversos danos.

Já no início deste mês, descumprindo a ordem judicial, o suspeito foi até a residência da vítima e causou danos diversos no local, como a destruição de uma cama e do aparelho televisor.

Diante do descumprimento da ordem judicial, o Ministério Público de Três Lagoas/MS representou pela prisão preventiva do suspeito, o que foi decretado judicialmente, com a expedição do mandado de prisão preventiva, pela 3ª Vara Criminal.

Já na data de hoje, em apoio a DAM, a equipe da SIG empreendeu diligências e efetuou a prisão do homem, por volta de 8h30min, em sua residência, no Bairro Jupiá.

Ele foi submetido a realização do exame de corpo de delito, e posteriormente foi encaminhado a Penitenciária de Segurança Média de Três Lagoas/MS, para nesta condição aguardar a disposição da Justiça.

A SIG (Seção de Investigações Gerais de Três Lagoas/MS) solicita a colaboração e apoio de toda população trêslagoense, com informações sobre a prática de crimes e localização de indivíduos foragidos da Justiça, sendo que as denúncias poderão ser realizadas através dos telefones (67) 3929-1173 ou (67) 99226-8210 (WhatsApp). O sigilo e anonimato são assegurados.

Comentários
MATÉRIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Este Conteúdo é protegido! O Perfil News reserva-se ao direito de proteger o seu conteúdo contra cópia e plágio.