18/04/2018 10h41

Um mês antes, uma mulher de 58 anos morreu por H3N2, na capital de MS, seis dias depois de apresentar os primeiros sintomas

Redação

Um homem de 40 anos é o segundo caso de morte por influenza registrado em Mato Grosso do Sul neste ano. O paciente com H3N2 foi internado no último dia 16 de abril no Hospital Universitário de Campo Grande, ao ser transferido da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Leblon.

Segundo o hospital, o homem chegou com sintomas de choque séptico, pneumonia, febre alta, falta de ar e ficou internado na ala vermelha. Ainda de acordo com a instituição, não há nenhum outro caso de influenza entre os pacientes.

A Secretaria do Estado de Saúde (SES) informou que a vítima foi imunizada no ano passado e era diabético.

A outra morte foi de uma mulher de 58 anos também na capital sul-mato-grossense. Ela morreu em 17 de março por H3N2, seis dias depois de apresentar os primeiros sintomas. Conforme a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), a vítima não se imunizava desde 2010.

O último boletim epidemiológico da influenza, divulgado pela SES, houve seis confirmações da doença no estado, sendo dois de H1N1, dois de H3N2 e dois de influenza B.

*G1

Comentários