04/01/2019 06h51

Machucado, ele deveria ficar em observação, mas foi embora dizendo que precisava “cobrar a fita”. Um homem teria dito que mataria a filha dele

Gisele Berto

Um homem de 22 anos foi espancado na noite de ontem, 3, na Vila Piloto por quatro elementos.

De acordo com o registro feito na DEPAC, os policiais receberam a denúncia de que um homem estaria sangrando e caído no chão. Quando a guarnição chegou ao local, encontrou T.B.S.J ferido, com sangramento na cabeça e nas mãos.

À polícia, T. – que tem antecedentes por tráfico de droga e furto – contou que foi espancado por quatro homens com pedaços de madeira e uma faca, mas não soube dizer quem eram as pessoas.

Além disso, ele contou aos policiais que, no dia anterior, um indivíduo o ameaçou de morte. Essa pessoa também disse que mataria a filha de T., de um ano e meio.

Apesar de ser orientado a ficar no UPA por pelo menos seis horas para observação, T. disse que iria embora porque precisava “cobrar a fita”, ou seja, ir atrás do seu agressor.

Comentários