30/04/2014 10h56 – Atualizado em 30/04/2014 10h56

As duas jovens de 13 e 14 anos, foram encontradas no Rio Tietê, em Pereira Barreto – SP

Larissa Lima

Preso em Cianorte – PR no último domingo (27), na Santa Casa do município, após uma tentativa de suicido, o borracheiro Edson Francisco de Souza, 38, confessou em entrevista que assassinou sozinho, as adolescentes Yara Barbosa e Jhenifer Naiara da Silva, encontradas no Rio Tietê, em Pereira Barreto – SP, nos dias 14 e 15 deste mês.

Policias da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Andradina, que efetuaram a prisão no interior do Paraná, onde o acusado possui parentes, conseguiram encontrar o borracheiro após cruzarem imagens de câmeras de segurança, que captaram o momento em que as vítimas entraram em veículo EcoSport, dirigido por Edson Francisco, na noite do dia 12, na rua Guanabara, esquina com a rua Minas Gerais.

O veículo teria sido comprado recentemente pelo acusado, mas como pagou com cheques sem fundo, o carro foi devolvido ao vendedor, que após a divulgação das imagens das câmeras de segurança, informou a Polícia sobre o negocio desfeito.

CONFISSÃO

Segundo o Delegado da DIG de Andradina, Tadeu Aparecido Coelho, o acusado confessou em depoimento, que matou as meninas por medo de voltar para a cadeia. Edson Francisco já havia cumprido pena de oito anos por roubo, dois anos por estelionato e também era suspeito de duas tentativas de estupro.

O acusado disse, que, após manter relações sexuais com as adolescentes em uma estrada no bairro rural Timboré, mediante a promessa de que cada uma ganharia um smartphone, ficou com medo de ser denunciado por estupro de vulnerável.

De acordo com o laudo do Instituto Médico Legal (IML), foi encontrada água nos pulmões das vítimas, comprovado a causa da morte por afogamento.

Veja abaixo o vídeo da entrevista feita pelo site Hora da Notícia, de Cianorte – PR, em que Edson Francisco de Souza confessa a responsabilidade pela morte das adolescentes:


As adolescentes foram encontradas mortas no Rio Tietê, em Pereira Barreto - SP, a cerca de 52 km de Andradina - SP, onde as jovens moravam (Foto: Divulgação)

https://youtube.com/watch?v=HV9nf0XoUHc

Comentários