06/06/2017 16h15

Vítimas morreram ontem em um acidente de carro. Notícia abalou a cidade

Lucas Gustavo

Na tarde desta terça-feira (6), foi marcado por tristeza e desconsolo o enterro do 3º sargento do Corpo de Bombeiros de Três Lagoas, Luis Antônio de Souza, de 44 anos, e de sua sogra, Maria Hermantina Lopes dos Santos, de 67. Os dois morreram ontem (5) na Rodovia 262, em Ribas do Rio Pardo. O carro deles foi atingido de frente por uma caminhonete. Outras três pessoas, incluindo a esposa do militar, estavam no veículo e se machucaram. Apenas ela, ainda debilitada, recebeu alta médica e acompanhou o funeral do marido e da mãe.

Além de familiares das vítimas, bombeiros do 5º Grupamento de Três Lagoas, que trabalhavam com Luis Antônio, marcaram presença na cerimônia de despedida e homenagearam o colega. Houve cortejo com os dois caixões e os veículos da corporação por algumas ruas da cidade. O militar e a sogra foram sepultados sob aplausos.

Em seu discurso, Leandro Mota de Arruda, comandante do Grupamento, classificou Luis Antonio como um grande irmão e elogiou os quase 20 anos de serviços prestados pelo bombeiro na instituição.

‘’Mesmo se tratando de uma estrutura militar, não há como conviver com alguém sem se envolver. Luis Antônio compactuava um objetivo comum de todos nós da corporação, o de guardar o patrimônio e a vida de todos. Aprendemos muito com ele, pois Deus usava a vida dele e cumpriu com um propósito. A reflexão que fica é que tudo que fizermos deve ser com amor ao próximo’’, declarou o comandante.

Fotos: Lucas Gustavo/ Perfil News

Militares do 5º Grupamento do Corpo de Bombeiros de Três Lagoas renderam homenagem ao sargento. (Fotos: Lucas Gustavo/ Perfil News).

Cortejo fúnebre chegando ao cemitério municipal. (Foto: Lucas Gustavo/ Perfil News).

Comentários