17/09/2002 11h42 – Atualizado em 17/09/2002 11h42

O horário de verão deverá começar mais tarde neste ano _em 3 de novembro, uma semana após a eventual votação do segundo turno. O governo já confirmou informalmente ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) que não pretende adotar o horário antes do término das eleições, informa a Folha Online.

O presidente do TSE, ministro Nelson Jobim, pediu ao ministro de Minas e Energia, Francisco Gomide, que só instituísse o horário de verão depois de 29 de outubro, para evitar que ele vigorasse no primeiro turno, no dia 6, e no segundo, no dia 27.

Jobim afirmou que havia essa necessidade por causa das urnas eletrônicas, que são programadas com horários de relógios internos. Ele argumentou que os procedimentos de carga nas urnas (inserção dos programas de votação) estão sendo feitos diante de fiscais dos partidos, o que impediria futuros ajustes.

Comentários