06/09/2014 10h08 – Atualizado em 06/09/2014 10h08

Destaque para o ciclo inicial do ensino fundamental, que ficou acima da meta. Ideb considera rendimento escolar e médias de desempenho na Prova Brasil

Da Redação

O Mato Grosso Sul não conseguiu superar as metas na educação propostas pelo Ministério da Educação (MEC) em 2013 no ciclo final do ensino fundamental (8º ano e 9ª série) e no ensino médio (3º ano). Mas ficou acima da meta projetada no ciclo inicial do ensino fundamental (4º ano e 5ª série). As informações constam no relatório sobre desempenho da educação, o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), divulgado nesta sexta-feira (5) pelo Ministério da Educação.

No levantamento reunindo as redes públicas (estadual e municipal) e privada, o melhor desempenho foi do ciclo inicial, que apresenta evolução contínua desde 2005. Depois de alcançar 5,1 em 2011, em 2013 o índice saltou para 5,2, acima da meta do MEC (4,7).

O desempenho do ciclo final do ensino médio em 2013 repetiu o índice de 2011 (4,1), mas ficou abaixo da meta estabelecida pelo MEC (4,2).

No ensino médio, o índice registrado em 2013, de 3,6, ficou abaixo do índice de 2011 (3,8) e abaixo, também, do projetado pelo Ministério da Educação (3,8).

POR REDE DE ENSINO

Na rede privada, o desempenho do ciclo inicial, o índice em 2013 (6,8) ficou abaixo da meta (6,9). No ciclo final, o índice em 2013 (6,0) ficou abaixo do índice de 2011 (6,1) e abaixo, também, da meta do MEC (6,3). No ensino médio, o índice registrado em 2013 (5,6) ficou abaixo da meta (6,2).

Na rede Estadual, o ciclo inicial ficou acima da meta estabelecida pelo MEC. O índice em 2013 ficou em (5,1) contra (4,3) da meta. No ciclo final, o índice (3,7) ficou um pouco abaixo da meta (3,8). No ensino médio, o índice registrado, de 3,7 ficou dentro da meta estabelecida pelo Ministério da Educação.

Na rede pública, o índice obtido no ciclo inicial do ensino fundamental registrou índice acima da meta do governo. Em 2013, o índice ficou em 5,0, acima da meta (4,5). No ciclo final do ensino fundamental, o índice não atingiu a meta do MEC. Ficou em 3,9 contra uma meta estabelecida de 4,0.

O QUE É

O Ideb é um indicador geral da educação nas redes privada e pública. Foi criado em 2007 pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e leva em conta dois fatores que interferem na qualidade da educação: rendimento escolar (taxas de aprovação, reprovação e abandono) e médias de desempenho na Prova Brasil, em uma escala de 0 a 10.

Assim, para que o Ideb de uma escola ou rede cresça é preciso que o aluno aprenda, não repita o ano e frequente a sala de aula.

(*)Com informação de G1 MS

No levantamento reunindo as redes públicas (estadual e municipal) e privada, o melhor desempenho foi do ciclo inicial, que apresenta evolução contínua desde 2005 (Foto: G1)

Comentários