28/04/2016 11h31 – Atualizado em 28/04/2016 11h31

Dentre as obrigações previstas para a oferta, o Exército irá disponibilizar a estrutura física para a realização dos cursos enquanto ao IFMS caberá a criação de vagas exclusiva para militares em cursos técnicos e de Formação Inicial e Continuada

Assessoria

O Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) e o Comando Militar do Oeste (CMO) assinaram nessa segunda-feira, 25, um acordo de cooperação para intercâmbio técnico-científico e cultural. O documento foi assinado pelo reitor do IFMS, Luiz Simão Staszczak, e pelo comandante do CMO, general Paulo Humberto de Oliveira.

Com duração de 36 meses, a parceria prevê que o Instituto ministre cursos para os militares do CMO em todo o Estado e que, em contrapartida, os estudantes do IFMS façam estágios nas instalações do Exército, além de possibilitar a troca de informações, a cooperação técnica, a prestação de serviços e a realização de atividades culturais em conjunto.

Na avaliação de Luiz Simão, o acordo irá permitir o desenvolvimento de projetos inovadores, de caráter sistêmico, por meio de parcerias entre os profissionais das duas instituições.

“Estamos expandindo oportunidades para que as instituições trabalhem juntas. Inicialmente, com a oferta de cursos para o Exército, a parceria irá contribuir com a formação cidadã dos militares e auxiliar para que o Instituto cumpra sua missão”, ressaltou o reitor.

Dentre as obrigações previstas para a oferta, o Exército irá disponibilizar a estrutura física para a realização dos cursos enquanto ao IFMS caberá a criação de vagas exclusiva para militares em cursos técnicos e de Formação Inicial e Continuada (FIC), nas modalidades presencial e a distância.

PILOTO

O projeto piloto da parceria será desenvolvido pelo Campus Dourados a partir deste semestre. Segundo o diretor-geral do campus, Carlos Vinícius da Silva Figueiredo, gestor do acordo, a intenção é dar início com a oferta de cursos FIC de Operador de Computador e Condutor Cultural Local.

“Nosso grande objetivo é que, por meio da qualificação, o militar seja um cidadão melhor. Que ele retorne para a sociedade, após o período que passa servindo o exército, podendo produzir, estando chancelado com uma formação de qualidade oferecida pelo IFMS”, afirmou.

Dependendo dos resultados alcançados com esta oferta inicial, cursos de idiomas também deverão ser oferecidos aos militares por meio da educação a distância.

DEMAIS CAMPI

A parceria contempla ações em todos os campi do IFMS. A previsão é de que sejam ofertados estágios curriculares não remunerados nas organizações militares de todo o Estado, além da realização de cursos de qualificação profissional de Auxiliar Administrativo, Operador de Computador, Desenhista de Produtos Web, Desenhista Mecânico, Desenhista de Construção Civil e Eletricista Predial de Baixa Tensão.

Também está prevista a oferta de cursos técnicos de nível médio, na modalidade de educação a distância, em Administração, Serviços Público, Edificações e Manutenção e Suporte a Informática.

IFMS

Primeira instituição pública federal a oferecer educação profissional e tecnológica no Estado, atualmente atende a cerca de 8 mil estudantes em cursos de nível médio, graduação, pós-graduação, educação a distância, com inserção na pesquisa aplicada e em ações de extensão tecnológica.

O IFMS também oferta qualificação profissional por meio de cursos de Formação Inicial e Continuada e programas do Governo Federal, como Pronatec e Mulheres Mil. Atualmente, a instituição possui campi em dez municípios – Aquidauana, Campo Grande, Corumbá, Coxim, Dourados, Jardim, Naviraí, Nova Andradina, Ponta Porã e Três Lagoas.

(*) Assessoria de Comunicação do IFMS

Dirigentes assinaram acordo nesta segunda-feira 25. (Foto: CMO)

Comentários