23/02/2018 09h11

Com a subida do rio, já iniciou o processo de invasão das águas nas instalações lindeiras ao curso hídrico e inundação de propriedades rurais

Redação

Sala de Situação do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul) emitiu Aviso de Evento Crítico no final da tarde dessa quinta-feira (22) alertando para o risco iminente de alagamentos com potencial para provocar significativos danos materiais e risco de vida nas próximas 24 horas em Miranda.

O acumulado das chuvas nas últimas 48 horas na cabeceira da bacia foi de 217 mm, o que fez elevar o nível do rio Miranda, com grande possibilidade em atingir a cota de Emergência (7 metros) e começar a transbordar. Às 7h de ontem, a cota em Miranda estava em 6,6 m e as águas continuaram subindo em média 3,0 cm/h atingindo, às 16h, o nível de 687 cm. A previsão é de que o nível do rio continue em ascensão nas próximas horas.

Às 15h45, a Plataforma de Coleta de Dados (PCD) da Estrada MT-738, localizada a montante do rio, no km 21, atingiu a cota de 10,64m, o maior valor da série histórica e continua em ascensão. Com a subida do rio, já iniciou o processo de invasão das águas nas instalações lindeiras ao curso hídrico e inundação de propriedades rurais.

O Imasul, órgão ambiental do Estado vinculado à Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), já acionou a Coordenação da Defesa Civil de Mato Grosso do Sul para que sejam tomadas as medidas cabíveis. Como a previsão é de permanência do tempo instável, o nível do rio deve continuar subindo.

*Notícias MS

O acumulado das chuvas nas últimas 48 horas na cabeceira da bacia foi de 217 mm, o que fez elevar o nível do rio Miranda, com grande possibilidade em atingir a cota de Emergência (7 metros) e começar a transbordar. (Foto: Divulgação)

Comentários