22/11/2018 07h39

Medidor, instalado na Associação Comercial de São Paulo, mostra os impostos pagos pelo brasileiro no ano; em MS o impostômetro passa dos R$ 21 bilhões

Redação

O Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) registrou, às 16h30 desta quarta-feira, 21, a marca de R$ 2,1 trilhões em impostos arrecadados pelos brasileiro neste ano. Já em 2017, o montante foi arrecadado um mês depois, dia 21/12/17.

“O valor de R$ 2,1 trilhões se aproxima do total arrecadado no ano passado inteiro. Parte disso é reflexo de alguma recuperação econômica e da elevação de preços, especialmente da energia elétrica e dos combustíveis, que têm tributação elevada. Isso reforça a tese de que o problema das finanças públicas brasileiras não está no lado da receita. É preciso atacar o lado das despesas”, declara Alencar Burti, presidente da ACSP e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp).

“Enquanto o País estiver com déficit nas contas públicas, haverá risco de aumento de impostos. Portanto, espera-se que o novo governo se proponha a enfrentar essa questão fiscal sem mexer nos tributos ? a não ser para simplificá-los ou até mesmo reduzi-los”, complementa Burti.

Em Mato Grosso do Sul, de acordo com o impostômetro, mais de R$ 21 bilhões foram arrecadados neste ano apenas no estado. O leitor do Perfil News pode acompanhar a atualização em tempo real dos impostos arrecadados no estado na página inicial deste site.

O painel informa o valor total de impostos, taxas, contribuições e multas que a população brasileira paga para a União, os estados e os municípios. Foi implantado em 2005 pela ACSP para conscientizar os brasileiros sobre a alta carga tributária e incentivá-los a cobrar os governos por serviços públicos de mais qualidade. Está localizado na sede da ACSP, na Rua Boa Vista, centro da capital paulista. Outros municípios e capitais se espelharam na iniciativa e instalaram seus painéis. No portal www.impostometro.com.br é possível visualizar valores arrecadados por período, estado, município e categoria.

Impostômetro da ACSP (Associação Comercial de São Paulo) registra a marca de R$ 2,1 trilhões, nesta quarta (21). O Impostômetro é o painel eletrônico instalado na sede da ACSP, na rua Boa Vista, no centro da capital paulista, que marca, em tempo real, quanto os contribuintes pagam em tributos aos governos federal, estaduais e municipais. (Foto: Cris FagaFolhapress)

Impostômetro do Mato Grosso do Sul pode ser conferido em tempo real na página inicial do Perfil News.

Comentários