03/08/2017 14h55

Suspeito tem 37 anos e é casado. Ele mantinha um perfil no Facebook com fotos de um policial que já morreu. Pela internet, o acusado assediava mulheres

Lucas Gustavo

Após divulgação de matéria do Perfil News e investigações, o Serviço de Inteligência da Polícia Militar de Três Lagoas prendeu o trabalhador rural Genivaldo da Silva, de 37 anos, nesta quinta-feira (3). No Facebook, ele usava fotos do PM Edu Wesley Inácio de Almeida, que morreu em 2010 assassinado por um bandido. O internauta, por meio do perfil falso, assediava mulheres

Na delegacia, Genivaldo confessou o crime e demonstrou arrependimento. Ele disse que mantinha contato com as vítimas pelo celular. O homem é casado com uma mulher de 50 anos, que faz tratamento contra o câncer.

Conforme a polícia, as vítimas do acusado devem comparecer à delegacia para prestarem queixa.
Genivaldo vai responder por falsidade ideológica e vilipêndio a cadáver – crime contra o respeito aos mortos – . O perfil do Facebook usado por ele foi excluído.

Na delegacia, Genivaldo confessou o crime e demonstrou arrependimento. (Foto: Divulgação/ PM)

(Foto: Divulgação/ PM).

Comentários