27/01/2012 15h35 – Atualizado em 27/01/2012 15h35

As arrecadações atingiram cerca de R$ 4 bilhões em todo estado de MS

Diversos segmentos alavancaram as contribuições de janeiro a dezembro de 2011

Adriano Vialle

A arrecadação de impostos registradas de janeiro a dezembro de 2011 aumentou e atingiu R$ 4,086 bilhões em Mato Grosso do Sul, subindo em 27% comparado ao ano de 2010, que teve registros de R$ 3,2 bilhões em arrecadações.

De acordo com a Receita Federal de Campo Grande, no final de ano a arrecadação teve crescimento de 22,4%, registrando R$ 463,3 milhões contra R$ 48,2 milhões no mesmo período de 2010.

A Receita Federal divulgou as quatro contribuições determinantes que influenciaram na arrecadação do Estado comparando o ano de 2010 e 2011.

IMPOSTOS

O Imposto de Renda Retido na Fonte, IRRF setores de extração de minerais metálicos e de Atenção à saúde humana, arrecadou cerca de R$ 14 bilhões.

A Contribuição Social Sobre o Lucra Líquido, CSLL arrecadou R$ 6,1 milhões sobre extração de minerais metálicos e fabricação de bebidas.

O Imposto de Renda-Pessoa Jurídica, IRPJ arrecadou R$ 15,4 milhões nos setores de extração de minerais metálicas e fabricação de bebidas.

E por último a Contribuição Previdenciária de empresa do comércio atacado e varejo, diversas mercadorias e de serviços em geral representando R$ 13 milhões de incremento no segmento.

Arrecadção atingiram R$ 4 bilhões em todo etado de Mato Grosso do Sul
Foto: Divulgação

Comentários