11/02/2012 09h01 – Atualizado em 11/02/2012 09h01

Neste sábado, às 6h, 10 homens do Corpo de Bombeiros e do Exército, com apoio da Marinha, seguem a campo para tentar conter as chamas com abafadores e outros acessórios.

Campo Grande News

Incêndio considerado de médias proporções que começou há três dias na planície pantaneira, na região de Corumbá, já consumiu mais de 4 mil hectares, segundo balanço divulgado pelo Corpo de Bombeiros.

Segundo o tenente-coronel Sidnei Ribeiro da Cruz, comandante do 6º Grupamento, um SCI (Sistema de Comando de Incidentes) foi criado na manhã desta sexta-feira (10), em reunião entre representantes da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), Marinha, Exército, Aeronáutica, Polícia Militar, Polícia Militar Ambiental e Bombeiros.

Neste sábado, às 6h, 10 homens do Corpo de Bombeiros e do Exército, com apoio da Marinha, seguem a campo para tentar conter as chamas com abafadores e outros acessórios.

Eles seguem de barco e, segundo Cruz, um sobrevoo não está descartado para definir novas estratégias de combate.

O local atingido fica a 30 quilômetros da área central de Corumbá, na divisa do Brasil com a Bolívia. Até ontem, cerca de quatro mil hectares foram destruídos.

Hoje, segundo o comandante, ainda não há um levantamento, porém a área pode ter aumentado. “Se não chover a situação se agrava”, conclui.

Bombeiros voltam ao local na manhã deste sábado para combater fogo.
Foto: Divulgação

Comentários