28/11/2014 15h36 – Atualizado em 28/11/2014 15h36

Assessoria de Comunicação

A Confederação Nacional do Comércio (CNC) divulgou a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC) que revela redução do índice de famílias com contas parceladas em Mato Grosso do Sul.

Neste mês de novembro 67,9% das famílias tinham dívidas como cheques pré-datados, cartões de crédito, carnês de lojas, empréstimo pessoal, prestações de carro e seguros, o menor índice desde agosto. Em outubro o índice de endividamento era de 69,3% em Mato Grosso do Sul.

“O índice vem caindo desde o mês passado, possivelmente uma movimentação do consumidor já prevendo as compras de fim de ano”, avalia o presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio MS), Edison Araújo.

Outro dado positivo é que os dois indicativos de inadimplência também recuaram. O índice de famílias com contas em atraso passou de 12,4% a 11,2% e das que diziam que não teriam condições de pagar as contas de 12,4% a 11,2%.

O estudo (em anexo) também aponta os principais meios de endividamento:

Tabela (Foto: Divulgação)

Comentários