28/12/2012 11h08 – Atualizado em 28/12/2012 11h08

Da Redação

Uma operação da Polícia Militar na Aldeia indígena Tey Kue apreendeu drogas e armas de fogo e artesanais, na manhã de quinta-feira (27), na MS-289 em Caarapó, a 273 km de Campo Grande. De acordo com a polícia, quatro indígenas, moradores da aldeia, foram detidos e confessaram tráfico de drogas e roubo.
Segundo a polícia, foram presos um homem de 37 anos, o filho dele, de 18 anos, além de outros dois jovens, de 20 e 24 anos, que participaram do esquema. Eles ainda armazenavam armas usadas em roubos.

De acordo com o boletim de ocorrência, a polícia apreendeu lanças artesanais, foice, facão, canivete e uma faca artesanal com 40 cm de lâmina, além de uma espingarda. Em uma das casas os policiais encontraram 10 kg de maconha e duas balanças usadas para pesagem da droga, além de uma peruca preta, que segundo os suspeitos, era usada como disfarce para praticar crimes dentro da aldeia.

DENÚNCIA ANÔNIMA

A polícia foi até o local depois que lideranças indígenas receberem denúncias anônimas de que alguns integrantes da aldeia estariam usando o local para o tráfico de drogas.

Ainda segundo o boletim de ocorrência, outro indígena denunciou que um homem teria saído de Ponta Porã a caminho de Caarapó, para entregar droga aos indígenas.

Os policiais foram até a casa indicada pelos denunciantes. Os suspeitos confessaram a venda de drogas e o uso das armas para praticar crimes. Outros objetos eletroeletrônicos, provavelmente da prática de crimes, segundo a polícia, também foram apreendidos.

Eles foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Caarapó, onde o caso foi registrado como porte de arma, porte ilegal de arma de fogo, posse irregular de arma de fogo, receptação, tráfico de drogas e ameaça.

(*) Com informações do G1 MS

Comentários