25.2 C
Três Lagoas
quarta-feira, 17 de agosto, 2022
InícioNotíciasCaderno PerfilInfluenciadores de Três Lagoas contam experiências de trabalho e os perigos na...

Influenciadores de Três Lagoas contam experiências de trabalho e os perigos na internet

Influenciador digital é um indivíduo que possui um público fiel e engajado em seus canais online e, em alguma medida, exerce capacidade de influência na tomada de decisão de compra de seus seguidores. Conheça alguns deles que atuam em Três Lagoas  

Os influenciadores digitas são pessoas que se destacam por meio de um ou mais canal na internet. Entre eles, estão as redes sociais e os blogs. Por meio de sua posição de prestígio, afetam o comportamento e as decisões de compra de seus seguidores.

A revolução digital permitiu o compartilhamento de informações em massa, a troca de ideias e provocou um novo jeito do público consumir produtos. Nas redes sociais, por exemplo, internautas se interessam por alguns serviços com base na indicação feita por outras pessoas. Quem divulga de forma frequente as experiências nas páginas pessoais e têm retorno positivo do público são chamados de influenciadores ou digital influencer.

As principais redes sociais dominadas por eles são Instagram, YouTube, Snapchat e Twitter, na qual celebridades, como Whindersson Nunes, Felipe Neto e Bianca Andrade fazem publicidades. Conforme a Agência CEUB, eles chegam a arrecadar lucro com menos de um minuto de vídeo.

De forma geral, os influenciadores digitais compartilham dicas de cuidados com a pele, de moda, apresentam sugestões de roupas, sapatos e acessórios e chegam a compartilhar a própria dieta para perda de peso ou rotina de exercícios para ganho de massa muscular. 

No entanto, especialistas alertam sobre os riscos em seguir dicas de quem não é qualificado, principalmente quando o assunto abordado é saúde. Médicos destacam que cada pessoa tem a própria prescrição. Por essa razão, não é recomendado o mesmo tratamento para todos.

Em Três Lagoas existem vários influenciadores que atuam em diversos canais de redes sociais. Inclusive, na página do jornalista Ricardo Ojeda, foi publicada uma enquete apara saber quem é o digital influencer que mais se destaca em Três Lagoas.

Nos 400 comentários do post, vários nomes foram indicados pelos internautas, alguns inclusive, como O Blog da Gabi, Erminho Ferreira, Nós temos fome, Marcos Silva (A Três Lagoas que eu quero), foram os mais apontados.

O Perfil News selecionou vários influencers, inclusive foi enviado um questionário para todos, porém apenas alguns respondera, como mostra na sequência.  

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é blog-da-gabi.jpg

 VIDA DE INFLUENCIADORA

Moradora da cidade de Três Lagoas, Gabriela Oliveira de 25 anos, começou na profissão ainda adolescente, aos 16 anos. Com quase uma década nas redes sociais, a influenciadora conversou com o Perfil News e contou um pouquinho da sua trajetória no @blogdagabii.

“Eu comecei com um sonho de ser modelo, mas não tinha recursos e nem sabia como funcionava. Simplesmente pegava uma amiga, um celular, umas roupas e tirava foto para o Orkut (rede social da época). A minha essência sabia que um dia isso iria dar certo. Tudo começou muito naturalmente, mas faço com amor e muito carinho”, disse.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é blog-da-gabi-2.jpg

Atualmente com 35 mil seguidores no ‘Blog da Gabi’, Gabriela contou que viveu muitas experiências com as redes sociais, algumas boas e outras nem tanto, mas adianta que o importante é acreditar e persistir num sonho.

“Já teve gente que fechou a porta na minha cara, mas também teve quem fez questão de abrir. Foram através das pessoas que acreditaram em mim que estou aqui. A minha vida mudou, da minha família também. Hoje após 9 anos com fruto do meu trabalho tenho carro, cirurgia estéticas, realizei sonho da minha mãe de andar de avião, mas algumas pessoas pensam que é só pegar o celular e gravar. Existem estudos, investimentos, noites sem dormir assim como qualquer outra profissão. Eu diria que é como uma planta se você rega todos os dias ela cresce. É permanecer em dias bons e ruins. Saber se diferenciar em meio a tantas pessoas com mesma profissão e fazer diferente”, explicou.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é blog-da-gabi-1.jpg

Gabriela também comentou sobre a responsabilidade da profissão já que como o próprio nome já diz: influenciadora.

“Eu tomo muito cuidado com o que vou falar, pois, grande parte do meu público é infantil. Todas as vezes que eu vou ao shopping ou a um show eu sou parada por crianças. Isso é maravilhoso mesmo não tendo nenhum conteúdo infantil eu sou uma referência para aquelas crianças e me toca demais. Eu tinha alguns quadros “adultos” como casal responde, coisas do casamento, alguns palavrões, eu cortei todos os quadros em respeito e responsabilidade com o público infantil. A gente que influência tem o papel também de saber o que falar/ como falar e a hora de parar. Palavras mudam o dia de alguém”, disse.

 PREOCUPAÇÃO DA FAMÍLIA

Por falar em público infantil, também da cidade de Três Lagoas, Isabela Noronha de 15 anos também é sucesso nas redes sociais. Modelo e Miss Teen Mato Grosso do Sul Drems Internacional, a adolescente começou no ramo de influenciadora há três anos.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é bela-noronha.jpg

Compartilhando o cotidiano para milhares de pessoas no @bella_noronha, Isabella começou a carreira de modelo por curiosidade e após vencer concursos regionais, vai representar Mato Grosso do Sul num concurso nacional Miss Teen Brasil, em abril do ano que vem.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é bela-noronha-1.jpg

Por ser muito jovem, a mãe da modelo, Glaucia Machado explica que sempre cuidou das redes sociais da filha e que continua monitorando os quase 20 mil seguidores de Isabella até hoje em dia.

PEDÓFILOS

“Eu sempre cuidei e continuo cuidando. A internet é boa, mas também é muito perigosa. Monitoro tudo e bloqueio pedófilos. Também tenho um grupo no WhatsApp com as mães das modelos da mesma agência da minha filha. Lá nos trocamos informações. Quando aparece algum perfil com propostas estranhas eu bloqueio e encaminho para o grupo para elas também bloquearem”, disse a mãe de Isabella.

ALERTA AOS PAIS

Fabiola Garcia também é mãe da pequena Julia, de 10 anos. Influenciadora há dois anos, a genitora da criança também é atenta as redes sociais da filha e faz um alerta para os pais de maneira geral.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 8d189d27999901473ede0d661573f3df2395c666_hq.jpg

“Não precisa ser uma influenciadora para os pais ficarem atentos sobre o que o seu filho tem acessado nas redes sociais. Todos os dias vimos tristes notícias que envolvem pedofilia, então todo cuidado é pouco. Acho que precisamos ficar sempre atentos e temos que conversar bastante com as crianças. Fazer elas ficarem próximas para que elas não tenham medo de nos contarem sobre qualquer coisa”, alertou.

 INFLUENCIANDO COM ALEGRIA

Maria Aparecida da Silva, mais conhecida em Três Lagoas como ‘Cidinha’ tem uma história um pouco diferente das outras influenciadoras. Com um filho portador de necessidades especiais, ela viu nas redes sociais um refúgio para distrair a mente e espalhar alegria.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 280609628_3200448690274306_5177013405321344267_n.jpg

124 MIL SEGUIDORES

Aos 49 anos de idade, Cidinha tem vídeos viralizados e explica que o que começou como uma brincadeira, virou algo do seu cotidiano. Hoje em dia ela reveza entre as tarefas de cuidar do filho e oferecer entretenimento aos seus mais de 124 mil seguidores só no Facebook, rede social que ela também tem uma página com mais de mil pessoas. No Tik Tok, a influenciadora já possui quase 58 mil seguidores. A conta recente que ela abriu no Instagram conta mais de 2 mil pessoas no @cidaaparecida5984 .

“Comecei a dedicar-me aos meus vídeos há uns 10 anos. Não posso trabalhar, pois, não tenho condições financeiras de pagar alguém para cuidar do meu filho, foi então que passei a dedicar-me aos meus vídeos. Faço palhaçadas, danças e brincadeiras. Tenho um grande público de pessoas mais adultas e principalmente mulheres”.

Mesmo após tantos anos na internet, Cidinha diz que ainda busca parcerias para conseguir melhorar a renda, já que ela e o filho vivem exclusivamente de uma aposentadoria que o rapaz recebe.

PARCERIAS

“Gostaria que a prefeitura, os vereadores ou alguma loja pudesse me ajudar com parcerias. Não posso trabalhar, pois, não tenho com quem deixar o meu filho. Ainda não recebi dinheiro com as redes sociais, mas acredito que um dia vou conseguir. Mas também me deixa feliz espalhar alegria e deixar as pessoas alegres”, explicou.

 A INFLUENCIADORA GASTRONÔMICA DE TRÊS LAGOAS

Helena Amaral Mesquita, de 23 anos, é influenciadora na página ‘@nostemosfome ’, onde a jovem começou compartilhando a cultura gastronômica de Três Lagoas. A digital Influencer também conversou com o Perfil News e contou um pouco sobre como começou o trabalho.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é nos-temos-fome.jpg

“Estava em um feriado com a minha mãe em Três Lagoas e não tinha muita coisa para fazer na cidade. Sempre tínhamos a mania de comermos no mesmo restaurante, um dia resolvi comentar que deveríamos mudar e conhecer novos lugares”, disse.

A influenciadora explica que começou a fazer pedidos em diferentes restaurantes. Em seguida, ela postava na sua rede social com uma avaliação do local, indicando o lugar. “Começou como uma brincadeira, na época a ideia era realmente apenas conhecer novos lugares”, contou.

NÓS TEMOS FOME

Helena virou influenciadora há dois anos e hoje a conta no @nostemosfome já conta com mais de 17 mil seguidores no Instagram e 11 mil no TikTok. Ela começou com publicações que envolviam a gastronomia local, mas hoje em dia o perfil abre espaço para entretenimento de maneira geral.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é NOS-TEMOS-FOMEEE.jpg

A influenciadora explica que as redes sociais mudaram sua vida e o que no começo não passava de uma brincadeira, hoje em dia é um trabalho.

“Mudou tudo na minha vida. Antes eu só estudava e hoje eu trabalho com as redes sociais. Procurei me especializar, fiz cursos de marketing digital, de fotografia e me achei em uma área que nem tinha pretensão de trabalhar, pois curso a Faculdade de Direito. Financeiramente também mudou. Hoje eu me sustento trabalhando com a ferramenta Instagram”, contou.

CAUTELA

Helena também ressalta a importância de ser uma influenciadora e de ter milhares de seguidores. “No geral nós temos que ter cautela com o que a gente fala. O que mais tomo cuidado no meu Instagram é o fato de não sair falando bobagens, ou espalhando fake news. Gosto de ter embasamento sobre o que vou falar. Tomo muito cuidado com o conteúdo que divulgo e isso deveria ser uma responsabilidade geral. A internet não é a terra de ninguém, do outro lado tem uma pessoa com sentimentos”, destacou.

 O PODER DAS REDES SOCIAIS

Não há como negar que o ano de 2020 mudou a forma como as empresas usam a Internet e, em especial, as redes sociais, para fazer negócios.

Assim como as empresas, os consumidores também mudaram de comportamento durante a pandemia da covid-19 e passaram a usar muito mais as redes sociais, os aplicativos de delivery e as plataformas de vendas online.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é diferencial-marketing-digital.png

O fato é que as marcas precisam estar onde os seus clientes e potenciais consumidores estão, e as redes sociais fazem parte desse contexto.

Se você ainda não acredita, saiba que 47% dos usuários da Internet com idades entre 16 e 64 anos passaram mais tempo nas redes sociais em 2020 do que em 2019, e segundo o MLABS, esse crescimento não tem previsão de acabar.

Um dos grandes objetivos de quem investe em marketing digital é fazer com que os usuários reconheçam a sua marca, o famoso branding. As redes sociais são canais com enorme potencial para aumentar essa visibilidade, por meio delas você pode investir em anúncios e fazer com que as suas publicações cheguem a mais pessoas.

Além de aumentar a visibilidade, as redes sociais são ótimos canais de relacionamento com o público. Elas possibilitam conhecer a opinião real dos seus clientes para construir uma relação de proximidade.

Trabalhar o engajamento nas redes socais é muito importante para manter os clientes atuais e para conquistar novos clientes. Afinal, novas pessoas engajadas têm grande probabilidade de indicar e até defender a marca nas redes sociais.

Nessas plataformas, o engajamento acontece de várias maneiras: com emojis, comentários, curtidas, marcações e compartilhamentos. Muitos desses sentimentos e reações podem ser estimulados pela própria marca com uso de gatilhos mentais, por exemplo.

Já foi abordado a importância das redes sociais para melhorar o engajamento da marca com o público, só que construir uma base de clientes fiéis vai muito além dessas interações.

Ao fazer monitoramento nas redes sociais você consegue ter Insights sobre a saudabilidade da marca, e pode criar um plano de ação voltado para os clientes que consomem o seu produto e interagem de forma positiva, os famosos brand lovers.

As redes sociais também servem como fonte de geração de tráfego para outros canais da marca, como site, blog, landing pages, e-commerce, etc. É claro que isso acontece quando essas plataformas são usadas de maneira inteligente, aliadas a outras ações de marketing digital. E, a execução de um bom trabalho complementar também proporciona o aumento das conversões.

Comentários
MATÉRIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Este Conteúdo é protegido! O Perfil News reserva-se ao direito de proteger o seu conteúdo contra cópia e plágio.