21/06/2019 10h37

Segundo o Inmet, fenômeno El Niño deve influenciar no clima da estação; Centro-Oeste terá temperaturas mais altas e com massa de ar quente e seco

Redação

O inverno no Hemisfério Sul começa às 11h54 desta sexta-feira (21) (horário do MS). Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o fenômeno El Niño, que acompanhou o Brasil no verão e no outono, deverá continuar influenciando o tempo: um aquecimento acima do normal na parte do Pacífico próxima ao Equador, o que dificulta a entrada do ar frio.

Ainda segundo o Inmet, a probabilidade da ação do El Ninõ passa de 50% – a consulta foi feita em centros internacionais de meteorologia. O site Climatempo prevê que durante o inverno de 2019, “quase todas as ondas de frio serão desviadas para o oceano” e “deve terminar com temperaturas acima da média”.

No Centro-Oeste as chuvas devem ficar abaixo da média, com temperaturas mais altas e com massa de ar quente e seco. Esse cenário deverá ser mais intenso nos meses de agosto e setembro. É comum que a região fique sem chuva por várias semanas – se ocorrer, será em pequenas áreas e com pancadas repentinas.

Foto: Ricardo Ojeda

Comentários