15/11/2006 15h16 – Atualizado em 15/11/2006 15h16

Folha Online

O Japão cancelou o alerta para tsunamis no país, após não se confirmar o temor de que ondas de até dois metros provocadas por um forte terremoto poderiam atingir a costa. O governo continua, no entanto, a recomendar precaução, especialmente em áreas costeiras.Apenas ondas de 40 cm alcançaram na noite desta quarta-feira o extremo nordeste de Hokkaido, na costa setentrional japonesa mais próxima da área onde se registrou hoje um terremoto de 8.1 graus na escala richter. O Japão está 11 horas à frente do horário de Brasília.O terremoto foi sentido a cerca de 390 km a leste das ilhas Etorofu, que ficam ao norte do Japão, às 09h15 desta quarta-feira (pelo horário de Brasília), de acordo com a agência.AlertaInicialmente, a Agência Meteorológica do Japão alertou para o risco de um tsunami que poderia atingir a costa do pacífico da ilha de Hokkaido e da ilha de Honshu a qualquer momento após as 10h (horário de Brasília). Os residentes da costa do Pacífico do Japão foram advertidos para buscarem refúgio em regiões altas. O Centro de Pesquisa Geológica dos Estados Unidos relatou na internet que o tremor teve magnitude 7.8 e seu epicentro se localizou a 443 km no nordeste da ilha Kuril, a uma profundidade de 27,7 km da superfície. Tremores de magnitude superior a 7 graus são classificados de forma geral como terremotos grandes, capazes de danos severos aos países atingidos. Não há até o momento relatos de feridos ou de danos a infra-estruturas japonesas após o terremoto.

Comentários