14/05/2013 11h33 – Atualizado em 14/05/2013 11h33

Jornalista Ricardo Ojeda será homenageado hoje pelo deputado Eduardo Rocha

O jornalista Ricardo Ojeda, de Três Lagoas, será homenageado nesta terça-feira, dia 14, na sessão solene “Dia do Povo Paraguaio”

Da Redação

O jornalista Ricardo Ojeda, de Três Lagoas, será homenageado nesta terça-feira, dia 14, na sessão solene “Dia do Povo Paraguaio”, na Assembleia Legislativa do MS. A proposição é do deputado Cabo Almi. Durante a solenidade, serão diplomados diversos representantes da Associação Colônia Paraguaia, antiga Casa Paraguaia, fundada em 1973, em Campo Grande. A associação promove a cultura paraguaia, valorizando suas tradições, como a música, o tereré e a culinária típica. O Dia do Povo Paraguaio é comemorado em 14 de maio, data em que também é celebrada a Independência do Paraguai. A estimativa é de que 300 mil paraguaios vivam em território sul-mato-grossense.

O homenageado escolhido pelo deputado Eduardo Rocha, o jornalista Ricardo Ojeda, de 51 anos, é diretor do site Perfil News, em Três Lagoas e foi o idealizador e fundador da Casa Paraguaia de Dourados, em maio de 1991. Na primeira reunião, paraguaios, descendentes e simpatizantes da causa participaram da reunião na sede da Associação Comercial e Industrial de Dourados onde foi lavrada uma ata, onde o jornalista Ricardo Ojeda foi eleito por unanimidade o presidente da entidade. Na ocasião, o então prefeito de Dourados Braz Mello após a Câmara Municipal de Dourados reconhecer a Casa Paraguaia como de utilidade pública, destinou uma verba mensal para ajudar no custeio da entidade, que na ocasião tinha uma sede na rua Onofre Pereira de Matos, 2426, onde semanalmente, às sextas-feiras realizava com a finalidade de resgatar a cultura do povo paraguaio.

Na ocasião, o jornalista Ricardo Ojeda recebeu várias homenagens por ser o precursor da causa guarani, inclusive na visita do então presidente paraguaio, Juan Carlos Wamosy, que em abril de 1998 veio a Dourados para participar da solenidade de inauguração da Praça Paraguaia, no Jardim Itália, bairro considerado reduto da colônia paraguaia de Dourados. Na ocasião, falando em nome dos paraguaios, Ojeda discursou saudando o presidente paraguaio, que inclusive presenteou a colônia com uma imagem da padroeira do Paraguai, Virgem de Caacupê, que foi entregue das mãos do presidente ao jornalista Ricardo Ojeda que entronizou a santa na capela construída na Praça Paraguaia.

O resgate da tradição e da cultura paraguaia na região da Grande Dourados só foi possível graças à criação da Casa Paraguaia de Dourados que hoje é responsável pela realização de vários eventos onde reúne a comunidade guarani local, filhos de descendentes que ajudaram a edificar e construir a história que contribuiu decisivamente para o progresso e desenvolvimento de Dourados.

(*) Com informações de Assessoria de Comunicação

Durante a solenidade, serão diplomados diversos representantes da Associação Colônia Paraguaia (Foto: Arquivo)

Comentários