30/10/2015 07h42 – Atualizado em 30/10/2015 07h42

Dilma Rousseff deve chegar a Fibria às 10h para lançar a pedra fundamental das obras da segunda linha de produção de celulose

Lucas Gustavo

É grande a movimentação de jornalistas em Três Lagoas na manhã desta sexta-feira (30). Os profissionais se reúnem nas proximidades da Biblioteca Municipal ‘’Rosário Congro’’ para seguirem até a Fibria. Lá, eles serão recebidos pelo presidente da empresa, Marcelo Casteli, que concederá entrevista coletiva no encerramento da cerimônia.

A presidente do Brasil, Dilma Vana Rousseff (PT), deve chegar a Fibria às 9h para lançar a pedra fundamental das obras da segunda linha de produção de celulose. A empresa disponibilizou três vans para a locomoção dos repórteres credenciados no evento. As equipes de imprensa são das mais diversas regiões de Mato Grosso do Sul, incluindo a capital Campo Grande. Profissionais do estado de São Paulo também participam da cobertura. Os jornalistas atuam em veículos impressos, sites, revistas, rádio e televisão.

HORIZONTE 2

As obras da mais nova unidade de produção de celulose da Fibria, em Três Lagoas, estão avaliadas em R$ 7,7 bilhões. Além disso, a construção deve impulsionar a economia do município e de todo o Estado. Pelo menos 8 mil empregos serão gerados durante o desenvolvimento do projeto, denominado Horizonte 2.

Imprensa se concentrou nas imediações da Biblioteca Municipal. (Fotos: Ricardo Ojeda).

Comentários