Há 18 anos o pai dos irmãos gêmeos também foi morto a facadas no Natal

Uma tragédia abalou o município de Rio Brilhante no dia de Natal. Aos 22 anos, Jéferson Lima da Silva foi morto com um golpe de faca pelo irmão gêmeo por volta das 6h da quarta-feira (25), depois de uma discussão.

Conforme informações divulgadas pela imprensa local os dois bebiam juntos quando começaram a discutir. Jackson teria uma rixa antiga com a vítima por causa da atual mulher, que já foi ex-namorada do irmão.

Jackson teria se irritado após o irmão pedir um cigarro. Ele teria se armado com um faca e partido para cima da vítima. Jéferson foi atingido na veia femoral, que leva ao coração todo o sangue que sai da perna. 

Mesmo ferido, Jéferson ainda correu por cerca de 10 metros, em busca de ajuda até cair no meio da rua, onde morreu. O socorro foi acionado, mas nada pôde fazer. O suspeito fugiu a pé levando a faca utilizada no crime. 

A informação repassada aos militares é que Jackson teria ido para a casa da mãe logo após o crime. A PM foi ao local e a mãe, Enir Lima, disse que o filho tinha saído minutos antes para se entregar.

A prisão foi feita pela equipe do 3º pelotão da PM (Polícia Militar de Rio Brilhante). O rapaz disse que estava “muito arrependido”.

História que se repete

Há 18 anos, na véspera do Natal, o pai dos gêmeos Jackson e Jéferson também foi assassinado a golpes de faca. “Estamos revivendo esse sofrimento, meu Deus!”, disse uma parente.

Comentários