26/01/2012 09h18 – Atualizado em 26/01/2012 09h18

A doação faz parte do programa Espaço Livre, que remove dos aeroportos aeronaves apreendidas em processos criminais

Campo Grande News

A justiça estadual terá avião próprio em Mato Grosso do Sul. O CNJ (Conselho Nacional de Justiça) vai doar um monomotor Cessna 206 apreendido de traficantes de drogas. O anúncio do repasse da aeronave foi feito ontem, em Campo Grande, pelo juiz auxiliar da Corregedoria do CNJ, Marlos Augusto Malek.

A doação faz parte do programa Espaço Livre, que remove dos aeroportos brasileiros as aeronaves que estão sob custódia da Justiça ou que foram apreendidas em processos criminais. Já foram entregues aviões ao Judiciário de Mato Grosso e Amazonas.

O juiz auxiliar do CNJ repassou aos dirigentes dos tribunais um modelo de uso compartilhado da aeronave, que viabiliza as despesas com manutenção, combustível e contratação de piloto. A entrega oficial da aeronave será realizada ainda no primeiro semestre.

Participaram da reunião o presidente do TJ/MS (Tribunal de Justiça), Luiz Carlos Santini; do TRT /MS (Tribunal Regional do Trabalho), Marcio Vasques Thibau de Almeida; do TRE/MS (Tribunal Regional Eleitoral), Josué de Oliveira. Além do juiz Jânio Roberto dos Santos, do TRF3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região).

Limpa – O programa Espaço Livre foi lançado em fevereiro de 2011, com objetivo de remover 119 aviões. A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) já avaliou quais aeronaves ainda estão em condições de uso.

As que estão sucateadas serão removidas com o auxílio de caminhões do Exército e desmontadas. As peças serão leiloadas após o desmonte.

Comentários