Na segunda-feira o Estado recebeu do Ministério da Saúde os primeiros dez kits produzidos pela Fundação Oswaldo Cruz que permitem a realização de 240 testes

O Laboratório Central de Mato Groso do Sul (Lacen-MS) deve começar a fazer ainda neste mês exames específicos para diagnóstico do novo coronavírus e não precisará mais enviar amostras para o Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo, o que vai agilizar os resultados em casos suspeitos.

Na segunda-feira, 9, o Estado recebeu do Ministério da Saúde os primeiros dez kits produzidos pela Fundação Oswaldo Cruz (FioCruz) que permitem a realização de 240 testes, e na semana que vem a bioquímica do Lacen-MS, Gislene Lichs, vai a Belém (PA) onde fará um treinamento de dois dias sobre a aplicação dos testes.

O Lacen-MS já realiza exames para oito tipos de vírus respiratórios, entre eles o Influenza, vírus da gripe. Isso facilita o diagnóstico diferencial, quando a confirmação de um vírus descarta a suspeita de outro.

Fonte: Blog do Marco Eusébio

Comentários