15/05/2013 14h15 – Atualizado em 15/05/2013 14h15

Ladrões roubam SUV avaliado em R$ 50 mil em MS e vendem por R$ 3 mil

Bandidos são suspeitos de outro roubo em que um idoso foi feito refém. Ao todo, quatro pessoas foram presas pela Defurv em Campo Grande.

Da Redação

Criminosos são suspeitos de roubar um SUV, veículo utilitário esportivo, ano 2012/2013, avaliado em R$ 50 mil, para revendê-lo por R$ 3 mil no Paraguai. O crime ocorreu no dia 17 de abril, quando dois homens fizeram o roubo e mantiveram a dona do carro, uma jovem de 23 anos, em cárcere privado em mata fechada na saída para São Paulo em Campo Grande.

A dupla foi presa por policiais da Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos (Defurv). A titular da delegacia, Maria de Lourdes Cano, deu os detalhes do crime e das investigações nesta quarta-feira (15). Além do roubo do SUV, os criminosos são suspeitos de roubar uma caminhonete no dia 1º de maio, quando invadiram a residência de um idoso de 80 anos e o mantiveram como refém.

No primeiro caso, conforme a delegada, a vítima saía de um curso de pós-graduação, em uma universidade que fica na avenida Ceará, por volta das 16h (de MS), e caminhava em direção ao seu carro, que estava estacionado próximo a um bar. Ela foi surpreendida pelo homem, de 27 anos, que utilizou arma de fogo para rendê-la.

A jovem foi obrigada a sentar no banco do passageiro, enquanto o criminoso percorreu diversas regiões da cidade, antes de abandoná-la num matagal na saída para São Paulo. No local, um comparsa, de 21 anos, aguardava a chegada da universitária para vigiá-la no cativeiro.

A vítima ficou por aproximadamente quatro horas sob a mira do bandido, segundo a delegada. Ela chorava bastante. O comparsa ainda a obrigou a telefonar para a mãe e dizer que estava tudo bem no intuito de não levantar suspeitas sobre o sequestro.

Ainda conforme Cano, a jovem só foi liberada no momento que o homem que a vigiava no cativeiro recebeu a informação de que seu veículo havia atravessado a fronteira e adentrado o Paraguai, conduzido pelo outro criminoso. A estudante, que prestou depoimento à polícia nesta quarta, foi abandonada na rodovia e conseguiu voltar para casa após pegar carona com um caminhoneiro.

MAIS CRIMES

A mesma dupla é suspeita de roubar uma caminhonete no dia 1º de maio, quando invadiu a residência de um idoso, de 80 anos, no bairro Jardim TV Morena. A vítima e seu caseiro, que também é idoso, foram amarrados e mantidos em cárcere privado. No crime, os bandidos tiveram auxílio de uma mulher de 34 anos, que era diarista na casa. Segundo a delegada, a participação dela foi fornecer detalhes do funcionamento da residência e tudo que havia no local para ser roubado.

Além da caminhonete, que acabou recuperada pelos policias da Defurv, os ladrões levaram duas armas de fogo, um televisor de 42 polegadas e diversos objetos como eletrodomésticos e sapatos femininos, que eram revendidos pelo idoso.

INVESTIGAÇÃO

Segundo a delegada Maria de Lourdes, as investigações começaram no dia 17 de abril, quando a estudante foi vítima dos bandidos. As prisões ocorreram desde o dia 9 de maio. Uma quarta pessoa, um rapaz de 24 anos, também foi presa. Ele não tem envolvimento nos crimes, de acordo com a delegada, mas foi preso porque a arma utilizada para abordar a jovem foi encontrada em sua residência, onde também haviam drogas.

Ainda conforme a titular da Defurv, os quatro presos têm passagem pela polícia por crimes como roubo, tráfico de drogas e furto. A polícia acredita que eles tenham envolvimento em mais crimes na cidade.

(*) Com informações de G1 MS

Objetos recuperados pela polícia após roubos e armas utilizada por ladrões. (Foto: Fabiano Arruda/G1 MS)

Comentários