18/11/2006 15h00 – Atualizado em 18/11/2006 15h00

Folha Online

Um dos atletas mais criticados após a pífia campanha do Brasil na Copa-06, o lateral Cafu, 36, não desistiu de voltar à defender o time nacional. O jogador do Milan assegurou que ainda pensa na volta à seleção e também num retorno ao futebol brasileiro. “Continuo disposto a servir a seleção sempre que o Dunga precisar. Mas desde que seja uma coisa natural. Nunca vou forçar a barra para ir à seleção. Nunca vou pedir para o treinador me convocar. Estarei sempre trabalhando para que possa estar bem”, disse Cafu, em entrevista à Folha de S.Paulo Sobre o trabalho de Dunga, que assumiu a vaga de Carlos Alberto Parreira, Cafu acredita que o novo técnico esteja no caminho certo. “Vi o jogo contra a Suíça. E o Dunga está certo com a sua renovação. Os resultados positivos também dão tranqüilidade”, comentou o lateral, que ainda não foi chamado pelo novo técnico. Após quatro Mundiais (1994/1998/2002/2006), Cafu também não descarta totalmente uma eventual participação na Copa-2010, que será disputada na África do Sul. “Acho meio difícil, mas vamos estar aí nas paradas.” Enquanto ainda vislumbra uma convocação, o lateral-direito já faz planos para retonar ao futebol nacional, onde defendeu equipes como o São Paulo e o Palmeiras. “Pretendo voltar [ao futebol nacional]. Pode ser em janeiro, junho ou no fim de 2007. Pretendo estar mais perto dos parentes. Estive conversando com um clube brasileiro, mas não teve nada de concreto”, finalizou.

Comentários