31/03/2015 15h21 – Atualizado em 31/03/2015 15h21

Prefeita Marcia Moura e senadores Waldemir Moka e Simone Tebet estiveram no Rio de Janeiro onde trataram sobre o assunto

Assessoria

O sonho para construção do Hospital Regional para os estudantes de medicina de Três Lagoas está cada vez mais próximo de se concretizar. Uma das iniciativas contou com a participação a prefeita Marcia Moura, que esteve no Rio de Janeiro (RJ) nesta segunda-feira (30), onde participou de uma reunião para tratar sobre a liberação do financiamento pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para a construção da unidade que atenderá o Município e a região do Bolsão. Participaram do encontro o diretor do órgão, José Henrique Paim Fernandes, os senadores Waldemir Moka e Simone Tebet.

A prefeita informou que a conversa com a diretoria do banco foi bastante positiva. “A reunião foi muito proveitosa, pois sabemos que é uma necessidade para o nosso Município receber uma construção desse porte. Esperamos sair logo e assim ainda neste semestre poderemos dar a ordem de serviço junto com o governador e os nossos senadores”, disse.

Além disso, outro fator que a prefeita disse que a liberação do financiamento ser favorável sair em breve é que o diretor do BNDES recebeu o projeto ainda quando estava no Ministério da Educação. “Quando fomos solicitar o curso de Medicina para Três Lagoas em Brasília, Paim teve acesso ao projeto e nos deu muita força e assim foi também agora nesta reunião”, ressaltou.

A senadora disse que a Secretaria de Saúde do Estado de Mato Grosso do Sul ainda encaminhará algumas documentações necessárias ao BNDES, mas adiantou que o processo já está bastante adiantado, inclusive com a licitação foi concluída.

FINANCIAMENTO

Para a construção do Hospital, o valor foi negociado pelo ex-governador André Puccinelli que antes de encerrar o mandato, deixou em caixa aproximadamente R$ 7 milhões necessários para contrapartida do empréstimo. O banco deverá liberar cerca de R$ 35 milhões. “Eu participei desse processo enquanto vice-governadora. A minha presença e a do senador Moka na reunião serviu para reforçar a importância da obra para o Mato Grosso do Sul”, salientou.

Para Simone, o fato de o diretor do BNDES, José Henrique Paim Fernandes, ter sido secretário Executivo do Ministério da Educação, facilita o trâmite do processo, uma vez que ele acompanhou a criação do curso de medicina do Campus da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) de Três Lagoas, há pouco mais de um ano. “Ele já conhecia o projeto do Hospital Regional, que inclui o Hospital Universitário, e sabe o quanto o empreendimento é importante”, disse Simone.

HOSPITAL REGIONAL

O Hospital terá atendimento ambulatorial, de hemodinâmica, maternidade, UTI de adulto, pediátrica e neonatal, enfermaria de internação clínica e cirúrgica, além de centros cirúrgicos, auditório, laboratórios e centro de reabilitação. A obra será construída numa área de 19 mil m².

(*) Prefeitura de Três Lagoas

A prefeita Marcia Moura e os senadores Waldemir Moka e Simone Tebet foram ao Rio de Janeiro em busca do financiamento para a construção do Hospital Universitário em Três Lagoas. (Foto: Divulgação)

A senadora Simone Tebet, ao lado da prefeitura Marcia Moura, conversa com Paim Fernandes diretor do BNDES. (Foto: Divulgação)

Comentários