14/04/2016 16h01 – Atualizado em 14/04/2016 16h01

Sérgio Longen, destacou que se trata de um programa desafiador e que busca levar mais conhecimento às crianças das escolas da rede pública do Estado.

Assessoria

Durante o lançamento do Agrinho 2016, nesta quinta-feira (14/04), na sede da Famasul e Senar, em Campo Grande (MS), o presidente da Fiems, Sérgio Longen, destacou que se trata de um programa desafiador e que busca levar mais conhecimento às crianças das escolas da rede pública do Estado. “Entendemos que investir em ações de responsabilidade social também fazem parte da missão do Sistema S e levar mais conhecimento às crianças sul-mato-grossenses é a melhor maneira de se investir no futuro do Estado”, declarou.

Sérgio Longen acrescentou ainda que o Programa Agrinho também está alinhado com outras iniciativas educacionais desenvolvidas pela Fiems e Fecomércio em Mato Grosso do Sul. “Nós só podemos avançar sendo empreendedores em todas as áreas e programas como o lançado pela Famasul são um exemplo disso, pois contribuem para levar cada vez mais educação para todas as regiões do Estado”, afirmou.

Já o presidente da Famasul, Maurício Saito, destacou que a meta do Agrinho 2016 é atender mais de 120 mil alunos do Ensino Fundamental da rede pública do Estado em parceria com o Governo do Estado e prefeituras. “Essa união entre as instituições auxiliou na solidificação desse projeto em todo o Estado de Mato Grosso do Sul”, afirmou, acrescentando também o papel dos professores no resultado obtido com o material didático, que é totalmente regionalizado. “Somente por intermédio da educação vamos mudar a situação e o ambiente para as novas gerações”, analisou.

A coordenadora educacional do Senar/MS, Terezinha Candido, contou a história do desenvolvimento do projeto Agrinho desde 2014, ano do início das atividades do Estado.

O Programa

O Agrinho é um programa de responsabilidade social da Famasul e do Senar/MS lançado em junho de 2014, com a finalidade de desenvolver os temas transversais propostos nos PCN – Parâmetros Curriculares Nacionais. O material pedagógico foi regionalizado reforçando as particularidades do Estado sobre os temas: ética, diversidade cultural, meio ambiente, trabalho e consumo, saúde, orientação sexual e temas locais, com foco em sustentabilidade, ética e conexão campo cidade.

Cabe ressaltar a importância dos parceiros que participaram da criação e crescimento do programa, entre eles: governo do Estado por meio das Secretarias de Estado de Educação (SED), Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico (Semade), Secretaria de Estado de Produção e Agricultura Familiar (Sepaf) e da Secretaria de Cultura, Turismo, tecnologias e Inovação (Sectei) e com as Prefeituras Municipais, por meio das Secretarias Municipais de Educação e os Sindicatos Rurais.

(*) Assessoria de Comunicação da FIEMS

Sérgio Longen, destacou que se trata de um programa desafiador e que busca levar mais conhecimento às crianças das escolas da rede pública do Estado. (Foto: Assessoria)

Comentários