12/04/2018 10h01

Lula está preso em uma sala da PF desde a noite do último sábado (7)

Redação

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) recebeu, nesta quinta-feira (12), a visita de familiares pela primeira vez desde que começou a cumprir sua pena na carceragem da Superintendência da PF (Polícia Federal) em Curitiba.

Por volta das 10h, dois carros entraram no local transportando ao menos cinco pessoas. Uma delas era o empresário Fábio Luís Lula da Silva, o Lulinha, um dos filhos do ex-presidente. O advogado Cristiano Zanin Martins, que defende Lula, também estava com o grupo.

Lula está preso em uma sala da PF desde a noite do último sábado (7). Desde então, ele só havia recebido sua defesa. Zanin se encontrou com Lula todos os dias desde a prisão. Ele costuma passar cerca de duas horas no prédio da PF.

Na saída, Zanin sempre disse que o ex-presidente estaria bem, mas indignado com a prisão, e que estaria passando o tempo com a leitura de livros.

Até a última segunda-feira (9), Lula ainda não havia deixado a sala nem tomado banho de sol, segundo os defensores. Nos outros dias, não houve declarações dos advogados à imprensa.

O petista recebe suas visitas em um dia diferente dos demais custodiados na PF. Os outros presos recebem visitas às quartas.

É permitida a entrada de três familiares, que podem encontrar o custodiado em algum momento entre 8h30 e 11h30, e das 13h30 às 17h30.

(*) UOL

Comentários