04/10/2017 09h12

Crianças e adolescentes participaram de plantio de árvores, confecção de regadores, customização de vasos de plantas, entre outras ações

Redação

A Fibria, empresa brasileira e líder mundial na produção de celulose de eucalipto a partir de florestas plantadas, mobilizou mais de 1.500 estudantes, em Três Lagoas (MS), com ações de conscientização sobre a importância das árvores e do meio ambiente.

Os alunos de três centros de educação infantil (CEIs), do programa Patrulha Mirim do Trânsito e da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), participaram de uma programação diversificada, com aulas teóricas e práticas sobre o papel das árvores para a qualidade de vida e o equilíbrio do meio ambiente. Eles também puderam conhecer melhor a história e a importância cultural de algumas espécies características da região, como o Oiti, a Guavira, a Pitangueira, a Amoreira e o Ipê, que colorem toda a cidade nesta época do ano.

As crianças dos CEIs tiveram uma programação especial. “Nos CEIs utilizamos uma metodologia mais lúdica que envolveu a praticidade do conceito. Desenvolvemos regadores, vasos de plantas customizados e pinturas que trabalharam a criatividade e colocaram em prática o senso de responsabilidade, cuidado e preservação do meio ambiente”, diz a consultora de Meio Ambiente da Fibria, Maria Tereza Borges.

Os patrulheiros mirins do trânsito realizaram o plantio de Ipês das cores amarela e roxa na Lagoa Maior, um dos principais pontos turísticos da cidade. As mudas possuem mais de dois metros de altura para que possam se desenvolver mais rapidamente e compor o cenário da bela paisagem local. Após o plantio, os alunos aproveitaram as sombras fornecidas pelas outras árvores do local para fazer um piquenique e refletir sobre a importância das árvores em relação à qualidade de vida e ao equilíbrio da biodiversidade.

A APAE recebeu, na unidade do centro da cidade, a apresentação da peça teatral “Alecrim contra as Queimadas Urbanas” que incentivou o diálogo e a reflexão sobre os riscos das queimadas urbanas, a gestão de resíduos e a preservação do meio ambiente.

Já no Centro de Convivência da APAE, localizado na área rural da cidade, os adolescentes participarem do plantio de 43 árvores. “A escola já possui um trabalho de desenvolvimento educacional, motor e cognitivo. O pomar vai reforçar essas atividades e fortalecer as ações de integração social entre os alunos”, diz a coordenadora de Meio Ambiente da Fibria, Líllian Carvalho.

Sobre a Fibria

Líder mundial na produção de celulose de eucalipto, a Fibria é uma empresa que procura atender, de forma sustentável, à crescente demanda global por produtos a partir da floresta plantada. Com capacidade produtiva de 7,25 milhões de toneladas de celulose por ano, a companhia conta com unidades industriais localizadas em Aracruz (ES), Jacareí (SP) e Três Lagoas (MS), além de Eunápolis (BA), onde mantém a Veracel em joint-operation com a Stora Enso. A companhia possui 1,056 milhão de hectares de florestas, sendo 633 mil hectares de florestas plantadas, 364 mil hectares de áreas de preservação e de conservação ambiental e 59 mil hectares destinados a outros usos. A celulose produzida pela Fibria é exportada para mais de 35 países e matéria-prima para produtos de educação, saúde, higiene e limpeza. Saiba mais em Fibria.

(*) Assessoria de Comunicação Fibria

Foto/Assessoria

Comentários