23/02/2012 13h22 – Atualizado em 23/02/2012 13h22

O desfile das Escolas de Samba levou mais de 15 mil pessoas para a Avenida

Assessoria de Comunicação

O Carnaval popular de Três Lagoas já é tradição. Por isso, a Administração Municipal de Três Lagoas montou uma estrutura especial para o Carnalegria 2012. Foram 2 mil metros quadrados de estrutura coberta, além da praça de alimentação, comercialmente usada por entidades beneficentes, e 35 banheiros químicos. Nas quatro noites e duas matinês o total de público superou as expectativas, e levou mais de 40 mil pessoas para prestigiar o evento.

“De acordo com a Polícia Militar, só na primeira noite – no sábado (18) – foram 8 mil pessoas pulando Carnaval na orla da Lagoa Maior”, explicou a diretora de Cultura, Vickie Vituri.

Para a realização do evento, foram investidos cerca de R$ 250 mil em serviços de limpeza, iluminação, segurança, banda e infraestrutura. A festa também contou com parceiros como a Polícia Militar, Polícia Civil, SAMU, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil e Secretaria de Saúde, além de 80 seguranças particulares no período da noite e 40 nas matinês.

CARNALEGRIA

O Carnaval é uma das festas populares mais tradicionais do Brasil, divulgada como turismo internacional. Em Três Lagoas, além do cunho cultural, a festa folclórica também tem intuito social. Tanto que as barracas montadas no Carnalegria 2012 foram destinadas às entidades beneficentes.

As sete barracas foram disponibilizadas para a Associação de Moradores do Bairro Jardim Novo Ipanema, Associação de Moradores do Jardim Brasília, Sociedade São Vicente de Paula – Conferência Bom Bosco, Escola de Samba Acadêmicos Unidos de Três Lagoas, Associação de Moradores da Lapa, ACABEMS – Associação de Cultura Afro-Brasileira de Mato Grosso do Sul e Associação SMT Cultural Sertaneja.

AMORTIZAÇÃO DE DESPESAS

Para amortizar as despesas do Carnalegria 2012, o Departamento de Cultura –organizador do evento – conseguiu alguns patrocinadores, em contrapartida a esses parceiros foi oferecido um camarote com 12 lugares por noite.

A empresa Bumerang patrocinou as camisetas da organização; a Degraus Locações disponibilizou a iluminação para o Carnalegria e desfile das Escolas de Samba; a imobiliária Daterra comprou dois camarotes; a Vitória Flor ficou com um camarote e as Organizações Unidas com outro.

Cada camarote teve o valor de patrocínio de R$ 1,5 mil, totalizando uma arrecadação de R$ 6 mil para amortizar os gastos.

“Todos os cheques dos camarotes do Carnalegria foram feitos nominal para a Prefeitura”, explicou o diretor de Licitação e Compra, Hélio Mangialardo.

ESCOLAS DE SAMBA

O desfile das Escolas de Samba em Três Lagoas foi no domingo (19), com a participação de mais de 15 mil pessoas, que foram prestigiar a festa na Avenida Rosário Congro.

O colorido dos carros alegóricos e passistas das escolas de samba X-15 e Acadêmicos Unidos de Três Lagoas balançaram os foliões. As duas Escolas resgataram a história de Cidade em seu enredo, mas quem sagrou-se campeã foi a X-15 que totalizou 1.947,5 pontos contra a Escola de Samba Acadêmicos Unidos de Três Lagoas que somou 1.872 votos.

O resultado da apuração dos pontos foi repassado por uma comissão, constituída por 20 jurados populares e quatro jurados de uma comissão especial, formada por Luiz Corrêa Filho (jornalista), Jamile Zaguir (empresária, colunista social e artista plástica), Edi Veloso da Silva (músico formado em repercussão) e Gislei Monesso (artista plástica).

Cada jurado avaliou as duas Escolas de Samba, conforme os seguintes quesitos: Fantasia, Alegoria e Adereços; Samba Enredo; Mestre Sala e Porta Bandeira; Bateria; Comissão de Frente; Evolução; Harmonia; e Cumprimento do Horário pré-estabelecido para cada escola, que era de 60 minutos. As duas escolas cumpriram o horário. A Unidos de Três Lagoas usou 51 minutos e 33 segundos para desfilar pela Avenida. Por sua vez, a X-15 usou 54 minutos e 44 segundos do tempo disponível.

Para a realização do evento, foram investidos cerca de R$ 250 mil em serviços de limpeza, iluminação, segurança, banda e infraestrutura
Foto: Assessoria

Comentários