26/06/2017 10h20

Kaic morreu em um acidente de trânsito na última semana. O jovem era integrante do grupo de rap Controversos MC’s e destaque no meio do skateboard

Guta Rufino

A tarde de domingo foi de homenagem ao jovem Kaic Wesley Pereira, 23, morto em um acidente de trânsito na última quarta-feira (21), na avenida Ranulpho Marques Leal, em Três Lagoas. A pista de skate Babilônia Park, da Lagoa Maior, foi palco de lágrimas e sorrisos saudosos.

Pelo local reuniram-se familiares e amigos de Kaik, também conhecido como Cinza MC ou Knox MC, integrante do grupo de rap Controversos MC’s, junto com o Victor Pedrada e Jhonatam Crazy. O jovem era destaque no meio do skatboard, sendo praticante desde os 7 anos.

Várias apresentações e manifestações culturais aconteceram durante o evento em homenagem ao MC. Os MC mandaram um freestyle, familiares leram uma carta aberta e a parede de uma das rampas da pista de skate foi repintada em homenagem à Kaic.

Os familiares foram vestidos com camiseta estampada a foto de Kaic. Mãe, irmãos e primos do MC também fizeram uma tatuagem em homenagem ao jovem, escrito: “O homem mais bonito da terra, hoje é o homem mais lindo do céu. Kaic W. P”, seguido de um coração.

Entre as apresentações estava uma letra de música composta pelo amigo Lucas Ribeiro, poeta , rapper, MC, missionário e mensageiro com o nome “Meu Rap Cinza”, confira:

MEU RAP CINZA

Dia 21 de junho, marcado no calendário, perdi o sono, pulei cedo/
tô atrasado pro trabalho, meu relato, dia mal, eu também sou falho/
e tudo que eu queria ali era ter entendido errado/
Primeira manhã do inverno, vento frio, folhas ao chão/
Girássóis procurando o sol, e um aperto no coração/
Brilho no olhar encerra, embaça as vistas, ouço seu nome, sobrenome/
e em seguida vem a notícia/
Soco no amâgo, embrulha o estomâgo, a mente em contradição/
na alma um turbilhão, emoções, olhar no chão, como é possível? Como é Possível…/
Afirmo, não é possível!/
Um dos melhores que esteve aqui, fiel na função de MC, você partiu mano/
mas não deixa de existir/
No peito de quem te amou, na mente de quem te ouviu, eternizado em seus versos,/
poesias, seus sons gravados, freestyle, arrepio, só quem tava lá sentiu/
Tio, só quem tava lá sentiu/
Olho pro céu, suor nas mãos só Deus pra me confortar/
Entrego minha alma em oração, o fim só Deus pode julgar/
Quanto mais penso, é esquisito, só aumenta o vazio,/
Deixa o sol esquentar que não vai aquecer o frio, tensão nos fio, telefonema, vou sair do facebook,/
converso com o Santo Espirito, espero que ele me escute,/
Lembro dos momentos bons, pra que meu coração desfrute/
Meu Pai meu deus, peço que Sr me ajude,/
Deus, me ajude.

Leva embora essa dor Senhor leva embora,/
arranca o vazio da perca,/
dê o amor que revigora,/
no coração de cada mano,/
dentro de cada mina,/
traz a paz e esperança Pai pra toda família.

Quem vive a vida sem sentido está correndo atrás do vento, seu som, sua música, sempre vai ecoar no tempo/
Nenhum sorriso fez sentido, justo na quarta-feira, o destino traçou seus planos, até parece brincadeira/
De mal gosto, mas não é, isso é vida além da ciência, fato que me faz brisar em minhas escolhas e conseguências/
Um pensamento atemporal invade minha razão, na noção, discordo de Epicuro, com as lembranças do passado, a verdade do presente, e o olhor sobre o futuro/
É como dar um tiro no escuro, dizer que vou me acostumar, vou me curar, o tempo vai me ajudar, mas nas batalhas de rima sempre vai sobrar um lugar/
Lembro da gente improvisando, as ofensas era sem maldade, gastação pra anular o ego e fazer esquecer as vaidades/
Você que me venceu na rima,/
…agora perco pra saudade/
Reunião no Pedrada, o churrasco em família, Corda sonora, Veredas, Rapmensagem, Play no Fifa, sem empate, você o rei do mortal kombat, sem alarde, sigo em paz, contra o medo não sou covarde/
Controversos, lembro da frase na sua voz, “cê” sempre dizia que tinha que ser “Nois por Nois”/
…Tem que ser ” Nois por Nois”/
Vou terminando essa letra, o dia vai amanhecendo, “cê” dizia era “Nois por Nois” e ainda continua sendo.
Rosto molhado com as lágrimas, minhas letras vão descendo,/
irmão, amigo, seguimos desenvolvendo./
Que suas vivências mano, fiquem gravadas no infinito,/
essa música é uma homenagem, um desabafo, esse é o meu grito,/
que quem ouça se emocione, reflita, sinta,/
mas essa é pra você meu mano,/
esse é meu Rap Cinza

Leva embora essa dor Senhor leva embora,/
arranca o vazio da perca,/
dê o amor que revigora,/
no coração de cada mano,/
dentro de cada mina,/
traz a paz e esperança Pai pra toda família.

(Autor: Lucas D’Roox)

No dia 4 de julho, Kaik completaria 24 anos. Em homenagem ao rapaz, dois amigos: 2M MC, e La Brisa MC, vão gravar e cantar um RAP na data que seria comemorado seu aniversário.

Evento reuniu amigos e familiares de Kaik, o Cinza MC (Foto: Guta Rufino)

Comentários