21/04/2014 14h51 – Atualizado em 21/04/2014 14h51

Após agressão do marido à esposa, a PM de Selvíria controlou o incêndio criminoso

Léo Lima com informações

Um caso de violência doméstica, onde o homem agrediu a vítima e depois ateou fogo na residência onde vivia com a mulher, foi atendido pela Polícia Militar de Selvíria, quase no final da noite de sábado (19) passado.

De acordo com informações do pelotão PM da cidade, o fato ocorreu por volta das 22h30, quando a guarnição policial militar foi acionada para atender o comunicado. Segundo consta, ao chegarem no local, os PMs foram informados pela vítima, de nome Marli, que seu amásio Jonathan de Lima Rocha, lhe havia agredido e tentou enforca-la, além de golpea-la com garfo, causando ferimentos em suas costas.

Ainda segundo a vítima relatou à PM, o homem também bateu sua cabeça na parede, causando hematomas na mulher.

Diante disso, os policiais militares conduziram a vítima ao hospital da cidade para atendimento médico. Depois, a guarnição retornou para a residência da vítima para tentar localizar o autor, que já não se encontrava mais no local.

Nessa ocasião, os policiais notaram que estava saindo fumaça do interior da casa e ao verificarem mais apuradamente conseguiram verificar que havia chamas dentro do imóvel. Sem demora, iniciaram combate ao incêndio com objetos disponíveis no momento, como mangueiras e baldes).

Durante a tentativa de apagar as chamas, os policiais observaram que dentro da residência havia um botijão de gás vazando. O botijão foi imediatamente retirado do local e levado para um lugar seguro.

Ao final, a guarnição, após extinguir o incêndio e evitando que se espalhasse para as residências vizinhas, realizou diligências para localizar o autor, mas não conseguiu. (PM)

Com baldes e mangueira, os policiais militares controlaram o incêndio na casa já quase toda consumida pelas chamas (Foto: Divulgação)

Os PMs notaram que havia fogo dentro da residência e de imediato combateram as chamas (Foto: Divulgação)

Comentários