23/06/2015 10h24 – Atualizado em 23/06/2015 10h24

Deputado quer unir forças para reverter a decisão da direção da CEF

Assessoria

“Mato Grosso do Sul perde muito com a substituição do Superintendente da Caixa Econômica Federal, Paulo Antunes de Siqueira, pois neste momento de crise essa alteração gera enorme estranheza e grande preocupação”, assinalou o deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS), em vídeo postado no Facebook na tarde desta segunda-feira.

Marun disse que Antunes é um dos mais operosos superintendentes da Caixa do país, articula a aprovação e liberação de recursos para projetos importantes o desenvolvimento e a infraestrutura dos 79 municípios e a sua substituição agora traz prejuízo para todo o Estado.

“Acredito que em time que está ganhando a gente não mexe”, especialmente neste momento de crise e de dificuldades, avaliou Marun, anunciando que junto com prefeitos, deputado estaduais federais e as lideranças de diversos segmentos, como a Fiems, Secovi e outras entidades vai buscar reverter a decisão que considera “equivocada” da presidente da Caixa Econômica Federal.

Não há nada que justifique a paralisação de projetos importantes que beneficiam praticamente todas as cidades para uma troca de coordenador, comenta Marun, esperando receber o apoio da bancada federal, da Assomasul e outras entidades na defesa da manutenção de Paulo Antunes de Siqueira no comando da Caixa em Mato Grosso do Sul.

Na atual crise brasileira, com a Caixa como aliada já está difícil aprovar os projetos. Se a entidade parar para uma troca de comando, aí sim “perderemos um tempo importante e atrasaremos todos os projetos”, atesta Marun, ressaltando que se houver bom senso e compromisso com o progresso do Estado “essa decisão será revista”.

Nesta semana, em Brasília, o deputado vai marcar audiência com a direção da Caixa, juntamente com deputados e senadores de Mato Grosso do Sul, para explicar que a decisão é inconveniente e improdutiva, principalmente neste momento.

(*) Assessoria de Comunicação do Deputado

Comentários