19/08/2014 10h06 – Atualizado em 19/08/2014 10h06

Dados são da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) do MTE. Administração pública e comércio foram setores que mais empregaram

Da Redação

Mato Grosso do Sul criou 18,4 mil empregos formais em 2013, segundo dados da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) divulgados nesta segunda-feira (18) pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). No total, o estado fechou o ano com 635,6 mil empregos, o que representa uma variação de 2,99% em relação ao ano de 2012, quando foram registrados 617,1 mil postos de trabalho.

Além dos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), que englobam os trabalhadores celetistas (e que foram divulgados em janeiro), os números da Rais também incluem os servidores públicos federais, estaduais e municipais, além de trabalhadores temporários.

Conforme o levantamento, os setores que mais empregaram foram administração pública, com 6,2 mil novos postos, comércio, com 5,5 mil postos e construção civil, que criou 4,6 mil novos empregos. Desempenho negativo foi registrado no setor de serviços, que eliminou 2,4 mil postos de trabalho.

O rendimento médio do trabalhador sul-mato-grossense registrou alta de 4,46% em relação a 2012. O resultado é em decorrência dos aumentos nos salários médios recebidos pelos homens (5,08%) e pelas mulheres (3,56%).

Com relação ao grau de instrução, os números apontam que o maior crescimento ocorreu nos empregos com ensino fundamental completo, que cresceu 7,02%, seguido por 5ª série incompleta do ensino fundamental (6,54%) e 5ª série completa do ensino fundamental (6,28%).

(*)Com informação de G1 MS

Comentários