09/03/2012 07h52 – Atualizado em 09/03/2012 07h52

Polpa de maracujá produzida em Mato Grosso do Sul será apresentada em feira nos EUA

Presença de associações e cooperativas em eventos de outros países reforça inclusão da produção familiar rural no comércio exterior

Da Redação*

Cerca de 26 famílias de agricultores rurais de Mato Grosso do Sul estão agrupadas em uma associação denominada Bio Frutas, uma das selecionadas pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) para apresentar o produto aos consumidores e fornecedores dos Estados Unidos. Especializada em produzir e comercializar polpa de maracujá orgânico, a organização participará de feira neste fim de semana durante a Expo West – Natural Products, na cidade de Anaheim, Califórnia.

A presença de associações e cooperativas formadas por agricultores brasileiros do campo em eventos de outros países integra as iniciativas do MDA para incluir a produção familiar rural no âmbito do comércio nacional e internacional. Assim como a associação Bio Frutas, mais nove empreendimentos do mesmo setor representarão o Brasil na feira norte-americana. As organizações participantes foram selecionadas por meio de chamada pública, administrada pelo Instituto de Promoção do Desenvolvimento (IPD).

Para o diretor executivo da Bio Frutas, Silvio Balduíno, a Expo West oferece uma janela de oportunidades favorável à expansão dos negócios e à exportação, uma vertente do mercado até então desconhecida para a associação, que nunca estabeleceu relações comerciais com os Estados Unidos “O principal motivador da produção é o mercado. O MDA viabilizou nossa participação em um evento internacional que oferece muitas chances para a prospecção de venda, que sozinhos não teríamos condições de participar”, completa.

A visibilidade proporcionada pela Expo West fortalece os produtos da agricultura familiar brasileira, na avaliação do diretor de Geração de Renda e Agregação de Valor da Secretaria da Agricultura Familiar do MDA, Arnoldo Campos. “O mercado externo é importante para a consolidação dos empreendimentos da agricultura familiar, sobretudo, aqueles que trabalham com produtos sustentáveis, orgânicos e da sociobiodiversidade. O mercado americano é o maior mercado de produtos orgânicos do mundo e as empresas de lá demonstram muito interesse nos produtos das florestas brasileiras . É a nossa primeira participação na Expo West e uma grande oportunidade de ampliar os mercados para a agricultura familiar, em particular o mercado internacional para produtos sustentáveis”, avalia.

As famílias que mantêm a associação estão localizadas nos territórios de dois municípios do estado: Rio Negro e Bonito. Cada uma das 26 famílias possui aproximadamente um hectare de terra para o cultivo do maracujá. De acordo com Balduíno, a produção conjunta para comercialização chega a 110 toneladas por ano. Um quarto desse total é vendido diretamente para uma empresa do setor alimentício dos orgânicos. Os 75% restantes são destinados a lojas especializadas do ramo e para os supermercados, principalmente.

Com a participação em eventos renomados da produção orgânica, como a Expo West, a Bio Frutas espera não só aumentar a produção de polpa de maracujá, como também o número de famílias agricultoras associadas. “A meta para os próximos dois anos é passar para cem o número de famílias na Bio Frutas”, informa Balduíno. O planejamento também inclui um estudo para identificar quais outras frutas poderão ser comercializadas pela organização, com base nas demandas dos consumidores.

(*) Com informações do MDA

Produtores da agricultura familiar entram no mercado externo. (Foto: Divulgação/MDA)

Comentários