18/08/2014 09h47 – Atualizado em 18/08/2014 09h47

Policiais militares de Ponta Porã, prenderam o médico ginecologista Hélcio Andrade, acusado de ter abusado sexualmente de cinco pacientes em Taubaté no ano de 2010

Da Redação

Policiais militares de Ponta Porã, prenderam o médico ginecologista Hélcio Andrade, acusado de ter abusado sexualmente de cinco pacientes em Taubaté no ano de 2010.

O médico foi reconhecido por 24 mulher que o responsabilizam por abuso sexual durante consultas na Casa da Mãe Taubateana, local onde trabalhava.

Na época sua prisão foi decretada e Hélcio chegou a ficar detido por nove dias, mas deixou a cadeia e negou as acusações. Nove dos casos foram parar na Justiça e o médico foi considerado culpado em cinco delas.

Hélcio foi condenado à pena de 19 anos e dez meses de reclusão, em regime fechado, mas ainda responde a um processo que corre sob sigilo no Conselho Regional de Medicina.

(*)Com informação de MidiaMax

O médico foi reconhecido por 24 mulher que o responsabilizam por abuso sexual durante consultas na Casa da Mãe Taubateana, local onde trabalhava (Foto: Tião Prado)

Comentários