17.9 C
Três Lagoas
terça-feira, 17 de maio, 2022
InícioNotíciasSaúdeMinistério da Saúde envia mais 227,3 mil doses de vacinas Covid-19 para...

Ministério da Saúde envia mais 227,3 mil doses de vacinas Covid-19 para MS

Em 13 dias, mais de 22,7 milhões de doses foram enviadas para todas as unidades federativas

Com a maior campanha de imunização da história do Brasil, o Ministério da Saúde não para de enviar vacinas para todo o país. Em 13 dias, a Pasta enviou mais 227,3 mil doses de vacinas Covid-19 para o Mato Grosso do Sul. Nessa remessa, foram enviadas 222,3 mil doses do imunizante da Pfizer e 5 mil doses da Astrazeneca, produzidas pela Fundação Oswaldo Cruz.

A distribuição de mais de 22,7 milhões para todas as unidades da Federação começou no dia 11 de outubro e terminou no último sábado (23). Os detalhes do quantitativo por unidade da federação estão em quatro informes técnicos 56º57º58º e 59º.

Desde o início da campanha de vacinação, o estado recebeu 4,3 milhões de doses de vacinas Covid-19 – mais de 3,8 milhões foram aplicadas.

O Ministério da Saúde está enviando doses para completar o esquema vacinal dos brasileiros, respeitando o intervalo recomendado para cada vacina, e para as novas etapas da campanha. Os lotes também são destinados para a imunização com dose de reforço da população acima de 18 anos, dos imunossuprimidos e dos profissionais de saúde. Todos esses grupos devem receber doses da Pfizer.

A pasta também contempla estados que requisitaram mais vacinas, para a primeira dose ou para completar o esquema vacinal. Dessa forma, o Ministério da Saúde trabalha para a tornar a campanha equânime, sem que a vacinação da população seja prejudicada.

Nesses informes, o Ministério da Saúde também iniciou a distribuição de vacinas para adolescentes sem comorbidades. Com isso, o público-alvo da campanha de imunização contra a Covid-19 passou de 160 milhões para 177 milhões de brasileiros com mais de 12 anos. Cabe ressaltar que a única vacina liberada para vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos é a Pfizer.

No entanto, a pasta reforça a necessidade de estados e municípios seguirem as recomendações pactuadas entre representantes das gestões estaduais e municipais e da União. Todas as orientações são baseadas no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO). Se houver o descumprimento do planejamento por parte das unidades da federação, a campanha pode ser prejudicada com a falta de vacinas.

Até agora, o Ministério da Saúde já distribuiu mais de 320 milhões de vacinas Covid-19 para todo Brasil: 153,6 milhões de brasileiros já tomaram a primeira dose e mais de 115,4 milhões completaram o ciclo vacinal.

Renato Palhano

Ministério da Saúde

Comentários
MATÉRIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Este Conteúdo é protegido! O Perfil News reserva-se ao direito de proteger o seu conteúdo contra cópia e plágio.