18/01/2013 16h37 – Atualizado em 18/01/2013 16h37

Moka viabiliza R$ 1,9 milhão para piscicultura em Aparecida do Taboado

De acordo com o senador Waldemir Moka (PMDB), que recebeu a informação do próprio ministro, os recursos serão utilizados na instalação de uma unidade de capacitação e qualificação de piscicultores na produção de peixes das espécies tilápia e pintado

Da Redação

O ministro da Pesca e Aquicultura, Marcelo Crivella, assinou nesta quinta-feira, 17, convênio de R$ 1.954.021,69 para investimento na área de piscicultura em Aparecida do Taboado, a 442 quilômetros da capital Campo Grande.

De acordo com o senador Waldemir Moka (PMDB), que recebeu a informação do próprio ministro, os recursos serão utilizados na instalação de uma unidade de capacitação e qualificação de piscicultores na produção de peixes das espécies tilápia e pintado.

Os recursos fazem parte de convênio assinado em 28 de dezembro do ano passado, ainda na gestão do ex-prefeito André Alves Ferreira, junto ao Ministério da Pesca e Aquicultura, por meio de ação de Moka.

“O investimento, conforme prevê o Ministério, vai gerar uma receita bruta anual em torno de R$ 2 milhões com a produção de pescado, considerando a comercialização do pescado inteiro, sem processamento”, explicou Moka.

Pelo convênio, as duas espécies serão cultivadas em tanques redes e a unidade produtiva será gerida por pequenos produtores utilizando a força de trabalho familiar.

“Importante assinalar o reflexo que um investimento desse porte vai ter, não apenas no aumento da renda e na geração de empregos, mas, também, no crescimento da oferta de pescado, contribuindo para a melhoria dos indicadores sociais e econômicos das comunidades envolvidas”, enfatizou o senador.

Moka atribui o sucesso dos investimentos federais no Estado também aos esforços do atual presidente da Fundação Educacional para o Desenvolvimento Rural e da Federação da Agricultura e Pecuária do Mato Grosso do Sul, Ademar Silva Junior, da diretora do Departamento de Planejamento e Ordenamento da Aquicultura em Águas da União, Aline Brun, e do superintendente da Embrapa/Dourados, Fernando Mendes Lamas.

Destaca também a compreensão e apoio do ministro Marcelo Crivella, e do superintendente estadual do Ministério, Luiz Davi Figueiró. “Convém ressaltar também o compromisso já assumido pelo novo prefeito de Aparecida do Taboado, Robinho, em trabalhar pelo sucesso do projeto no município”, observou Moka.

(*)Informações da Assessoria de Comunicação do Senador

Comentários