04/11/2015 10h00 – Atualizado em 04/11/2015 10h00

Com isso a Fibria, adquire um status de grau de investimento e confiança na qualidade de crédito

Assessoria

A agência de classificação de risco Moody’s acaba de elevar o rating da Fibria de ‘Ba1/Positivo’ para ‘Baa3/Estável’, concedendo, assim, status de grau de investimento à companhia. Segundo relatório da agência, a elevação reflete principalmente a disciplina financeira da Fibria com sua capacidade de reduzir consistentemente seus índices de alavancagem, enquanto mantém uma sólida posição de liquidez.

Em abril deste ano, a companhia já havia conquistado o grau de investimento pela Standard & Poor’s e no ano passado, pela Fitch.

SOBRE A FIBRIA

Líder mundial na produção de celulose de eucalipto, a Fibria é uma empresa que procura atender, de forma sustentável, à crescente demanda global por produtos oriundos da floresta. Com capacidade produtiva de 5,3 milhões de toneladas anuais de celulose, a companhia conta com unidades industriais localizadas em Aracruz (ES), Jacareí (SP) e Três Lagoas (MS), além de Eunápolis (BA), onde mantém a Veracel em joint-operation com a Stora Enso.

Em maio de 2015, a Fibria anunciou a expansão da unidade de Três Lagoas, que terá uma nova linha com capacidade produtiva de 1,75 milhão de toneladas de celulose por ano. A previsão é que a nova fábrica comece a operação no quarto trimestre de 2017. A companhia possui 967 mil hectares de florestas, sendo 563 mil hectares de florestas plantadas e 343 mil hectares de áreas de preservação e de conservação ambiental. A celulose produzida pela Fibria é exportada para mais de 40 países.

(*) Assessoria de Imprensa da Fibria

Não é a primeira vez que a empresa recebe um grau de investimento, em abril deste ano, a companhia conquistou pela Standard & Poor's e no ano passado, pela Fitch. (Foto: Assessoria)

Comentários