Compositor de clássicos como ‘O bêbado e a equilibrista’, Aldir Blanc estava internado desde 10 de abril com problemas respiratórios

CORREIO BRAZILIENSE – Morreu nesta segunda-feira (4/5) o compositor Aldir Blanc. O músico tinha 73 anos de idade e testou positivo para a Covid-19, diagnóstico confirmado dia 22 de abril. Aldir Blanc estava internado desde o dia 10 de abril com problemas respiratórios. Ainda não há informações sobre enterro e velório do compositor, mas, como ele foi vítima de Covid-19, a cerimônia de despedida deve ser rápida e reservada.

A família e os amigos de Aldir Blanc chegaram a fazer uma movimentação pela internet para que o compositor fosse transferido para uma UTI porque o hospital onde ele estava internado não tinha leitos vagos. A estratégia deu certo e o músico foi entubado com dificuldades respiratórias em uma unidade hospitalar do Rio de Janeiro.

Sozinho ou ao lado de parceiros, como João Bosco, Aldir Blanc é compositor de clássicos como Bala com balaMestre-sala dos mares, De frente pro crime e Dois pra lá, dois pra cá. Aldir também e autor de O bêbado e a equilibrista, imortalizada na voz de Elis Regina.

Comentários