19/11/2006 17h58 – Atualizado em 19/11/2006 17h58

Campo Grande News

Resultado divulgado pela pesquisa “Mapa da Violência 2006 – Os Jovens do Brasil”, desenvolvida pela OEI (Organização dos Estados Ibero-Americanos para a Educação, a Ciência e Cultura), indica que Mato Grosso do Sul foi considerado o segundo estado brasileiro com maior número de suicídios entre jovens na última década, entre 1994 e 2004. Com um índice de 14,6%, o Estado fica atrás apenas de Roraima, que ocupa o primeiro lugar, com 15,1% das mortes por suicídio em 2004. Os resultados foram divulgados nesta quinta-feira. No índice, que aponta o número de mortes entre a população total, o Estado também ocupa o 2º lugar da pesquisa, com 8,8% dos suicídios, ficando atrás apenas do Rio Grande do Sul, com 9,9%. De acordo com a pesquisa da OEI, as taxas de suicídio aumentam na mesma proporção que a idade dos indivíduos e também incidem principalmente no sexo masculino (3 em cada 4 suicidas são homens). A pesquisa sobre mortes entre jovens aponta ainda que 1.247 suicídios foram cometidos com arma de fogo, o que representa 15,6% do total de suicídios do País. Em nível nacional o estudo relata que as taxas brasileiras de mortalidade de jovens por suicídio são relativamente baixas. Com uma taxa total de 4,5 suicídios em 100.000 habitantes, o Brasil ocupa a 67ª posição entre os 84 países pesquisados. A Finlândia possui uma taxa de 41,6 suicídios em 100.000, a Lituânia, 40,2 e o Japão, 25,5 do. Já entre os jovens, o Brasil tem taxa de 4,7 suicídios e ocupa a posição 66º. A pesquisa teve como base dados do SIM (Subsistema de Informação sobre Mortalidade), do Ministério da Saúde.

Comentários