Pesquisa feita pelo Sebrae mostra que moradores de Três Lagoas devem gastar, em média, R$ 493 com presentes de Natal

As expectativas com as datas comemorativas de final de ano são altas em Três Lagoas. Segundo pesquisa elaborada pelo Sebrae/MS em parceria com a Fecomércio (IPF/MS) e divulgada nesta terça-feira, 3, 58,4% dos entrevistados na cidade vão comprar presentes natalinos, com valor médio de R$ 493,66. O número é considerado o maior do estado, seguido por R$ 458,49 em Ponta Porã e R$ 453,33 em Coxim.

Já 57,3% dos consumidores pretendem comemorar o Ano Novo. A expectativa é gastar, em média, R$ 382,66 com os festejos. As comemorações e presentes no Natal e Ano Novo deste ano devem movimentar R$ 38,9 milhões na economia do município.

Para a economista e a analista técnica do Sebrae/MS, Vanessa Schimdt, um dos motivos para explicar os gastos maiores em Três Lagoas, em comparação com outros municípios, é a renda da população. “Verificamos que, entre os municípios pesquisados, a renda média mensal dos trabalhadores é a maior”, afirma.

Além disso, o crescimento é reflexo de indicadores econômicos que começam a ficar mais positivos. “O que a gente analisa nos últimos tempos é um cenário de uma leve recuperação econômica, tanto no nível de emprego, a expectativa das pessoas e pretensão de gastos, quanto na queda do nível de inadimplência. Este ano, alguns fatores influenciaram nessa expectativa de gastos do consumidor, como por exemplo a liberação do FGTS, uma medida que estimula o consumo”.

Em todo o estado, a movimentação financeira com compra de presentes e comemorações de Natal e Ano Novo deve chegar a quase R$ 1 bilhão.

Pesquisa

O estudo ouviu 1.692 pessoas em Campo Grande, Dourados, Bonito, Coxim, Três Lagoas, Ponta Porã e na região do Pantanal (Corumbá e Ladário). As entrevistas foram aplicadas entre os dias 28 de outubro a 18 de novembro e o índice de confiança é de 95%.

Comentários