26/11/2018 14h07

Polícia acredita que mortes tenham ocorrido na noite de ontem

Redação

Maiana Barbosa de Oliveira, de 20 anos, e a filha dela, uma bebê de um mês de vida, foram assassinadas a golpes de faca em Dourados. A perícia acredita que o crime tenha ocorrido na noite de ontem. Os corpos foram encontrados por volta de meio-dia desta segunda-feira (26).

Maiana era estudante do primeiro ano de História da Universidade Federal da Grande Dourados. Seu corpo, junto ao da bebê Dandara, foi encontrado no quarto de uma casa localizada na Rua Humaitá, entre Bela Vista e Cafelândia, no Jardim São Pedro, região sul da cidade.

De acordo com informações do Campo Grande News o principal suspeito é o marido de Maiana e pai da criança. Ele está foragido. Os peritos da Polícia Civil informaram que Maiana foi morta com uma facada no lado direito do pescoço. A criança também tinha uma perfuração no pescoço e lesão na cabeça. A faca usada no duplo assassinato foi encontrada na casa.

UFGD decreta luto

A Universidade Federal Grande Dourados, onde Maiana estudava, divulgou nota de repúdio ao assassinato da aluna. “Confirmadas as primeiras suspeitas, repudia-se mais um crime de feminicídio, condição que requer a luta insistente e constante contra o machismo e suas mais variadas formas de violência física e simbólica. Em função do ocorrido, as aulas do Curso de História estão suspensas no dia de hoje.”

Maiana Barbosa de Oliveira, 20 anos, foi assassinada em Dourados (Foto: reprodução/Facebook)

Comentários