04/12/2018 07h13

Moça é moradora da Vila Piloto e diz que apenas o ex teria as imagens que estão circulando em grupos de Whatsapp

Gisele Berto

Uma mulher de 22 anos, moradora da Vila Piloto, denunciou o ex-namorado por divulgação de fotos e vídeos íntimos em grupos de Whatsapp.

De acordo com a moça, ela teve um relacionamento com um homem por um ano e está separada há um mês. O homem não teria aceitado a separação e, por isso, teria criado um grupo no Whatsapp e divulgado imagens íntimas da mulher.

Ela soube da divulgação dos vídeos depois de receber uma mensagem na madrugada de hoje, 4, vinda de uma página fake, em que uma suposta mulher – que a vítima afirma ser seu ex – falava que o homem estaria espalhando seus vídeos e fotos.

A vítima confrontou o homem via Whatsapp, perguntando se ele havia divulgado as imagens. Apesar dele negar, a mulher diz que apenas ele teria imagens dela em situações de intimidade.

A polícia já tem o nome e o endereço do homem, que pode ser processado por Importunação sexual e divulgação de vídeo de sexo ou nudez. De acordo com Lei sancionada pelo STF em setembro deste ano, o crime pode render de um a cinco anos de reclusão, podendo ser aumentada de 1/3 a 2/3 se o crime é praticado por pessoa que mantém ou tenha mantido relação íntima de afeto com a vítima.

Comentários