17/06/2019 14h57

Além da multa de R$ 3 mil ela responderá por maus-tratos e crime ambiental e pode ser presa por até um ano; ela também mantinha aves em cativeiro sem licença

Gisele Berto

Uma mulher de 52 anos foi autuada em Batayporã, na manhã de hoje, 17, após denúncias de maus tratos.

Ela mantinha quatro cachorros em condições degradantes, além de duas aves silvestres sem licença.

Quando os Policiais Militares Ambientais de Batayporã chegaram ao local, na região central da cidade, perceberam que um dos cachorros estava morto. Apesar da mulher dizer que ele havia sido atropelado e que ela não tinha condições de levá-lo ao veterinário, os policiais constataram que o animal, de pequeno porte, estava infestado de carrapatos.

Os outros três cachorros estavam muito debilitados e foram encaminhados ao Centro de Controle de Zoonoses em Nova Andradina. O corpo do cachorro morto foi levado ao aterro.

No local, a equipe ainda encontrou duas aves da espécie conhecida como maritaca que eram mantidas em cativeiro sem autorização ambiental. As aves foram apreendidas e serão encaminhadas ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS), na Capital.

A infratora responderá por crime ambiental de maus-tratos a animais com pena de três meses a um ano de detenção e por manter aves silvestres em cativeiro, com pena prevista de seis meses a um ano de detenção. Ela também foi autuada administrativamente e multada em R$ 3 mil.

CUIDADO: IMAGENS FORTES.

Cachorros estavam infestados de carrapatos. Mulher pode ser presa por até um ano por maus-tratos e crime ambiental. Foto: Divulgação PMA

Comentários