Caso aconteceu ontem à noite em Bataguassu; a mulher, que trabalha como segurança reagiu à agressão e, quando percebeu que seria estuprada, começou a golpear os agressores

Por essa eles não esperavam. Na noite de ontem, 14, a Polícia Militar de Bataguassu “ganhou de presente” um suspeito de tentativa de estupro. E quem “embrulhou” o pacote foi a própria vítima.

Os policiais foram chamados para atender uma ocorrência de briga. No entanto, ao chegarem, deram de cara com a vítima, uma mulher de 25 anos. Ela relatou que havia saído do trabalho e que, no caminho até sua casa, foi cercada por três homens que passaram a mexer com ela, conversando entre eles que ela estava sozinha e que esta seria a hora de pegá-la.

Ela contou aos policiais que conseguiu se desvencilhar e continuou seu trajeto. No entanto, após duas quadras, foi abordada pelos indivíduos.

Ao perceber que poderia ser estuprada, a mulher, que trabalha como segurança, sacou de um bastão policial (cassetete) e, para se defender, passou a golpear os agressores. Ao perceberem a reação, dois deles saíram correndo e o terceiro foi dominado e contido por ela até a chegada dos policiais militares.

Os policiais deram voz de prisão e conduziram o indivíduo até a Delegacia de Polícia Civil. A vítima relatou que já havia sido assediada pelo homem em outras ocasiões em que a se encontrava sozinha.

Comentários