05/04/2015 12h07 – Atualizado em 05/04/2015 12h07

A mulher chegou em sua casa e viu o ladrão fugindo; Imediatamente ligou para o 190, e o policial que lhe atendeu informou que deveria ligar para o telefone fixo da Polícia Civil, pois o fato já teria ocorrido

Da redação

Uma moradora da Avenida Mato Grosso do Sul, no Parque União, em Chapadão do Sul, ao chegar em casa, percebeu o local arrombado e uma pessoa fugindo. Ao entrar, sentiu falta de um computador notebook e outros objetos pessoais. Imediatamente disse que ligou para o 190, telefone de emergência da Polícia Militar. O policial que lhe atendeu informou que deveria ligar para o telefone fixo da Polícia Civil, pois o fato já teria ocorrido.A ligação para a PM ocorreu por volta das 19 horas de sexta-feira (03) passada.

Segundo a vítima, o Policial errou duas vezes: primeiro ela teria informado que o ladrão estava saindo de sua casa, pelos fundos e temia pela sua segurança; segundo, à noite o telefone fixo da Polícia Civil não atende, o que foi constado pela mesma. Deveria o policial passar o número do celular do investigador de plantão.

A mulher com medo, chamou um conhecido para lhe proteger. Ela temia que o ladrão estivesse em uma construção em andamento, em um terreno nos fundos de sua casa.

Inconformada com a falta de policiamento no caso, até mesmo para se tentar localizar o ladrão, ela falou com o comandante da guarnição, que reconheceu a falha se desculpou pelo equívoco do policial atendente.

Foi solicitado que registrasse o Boletim de Ocorrência, para encaminhamento, investigação da Polícia Civil e para devolução de seus objetos furtados, caso sejam encontrados.

(*) Jovem Sul News

PM de Chapadão do Sul (Foto: Ilustrativa/Google)

Comentários