17/10/2013 14h35 – Atualizado em 17/10/2013 14h35

Mundo Senai deve receber 15 mil visitantes durante os três dias no Estado

As unidades do Senai da Capital, Corumbá, Deodápolis, Dourados, Ivinhema, Naviraí, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina, Rio Verde, Sidrolândia e Três Lagoas estão de portas abertas

Da Redação

Um dia em que todas as unidades do Senai do Brasil abrem as portas, simultaneamente para que a população conheça a estrutura, cursos e serviços técnicos e tecnológicos oferecidos pela entidade. Essa é a proposta do Mundo Senai, que se iniciou nesta quinta-feira (17/10) e segue até sábado(19/10) em Campo Grande, Corumbá, Deodápolis, Dourados, Ivinhema, Naviraí, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina, Rio Verde, Sidrolândia e Três Lagoas.

Segundo a assessora de cooperação e projetos especiais do Senai, Ilana Coutinho Alencar, durante os três dias as unidades desse 11 municípios devem receber cerca de 15 mil visitantes. “No ano passado, o Mundo Senai recebeu um público total de 10 mil pessoas e entre os serviços oferecidos gratuitamente para os visitantes estavam palestras, mostras tecnológicas, minicursos, orientação profissional e visitas guiadas aos laboratórios. Neste ano, vamos repetir esses serviços para que a comunidade tenha a oportunidade de conhecer a estrutura das nossas unidades, que passaram por reforma e ampliação para melhorar a oferta de cursos e o atendimento ao público”, pontuou.

Neste ano abriram as portas para a população as unidades de Campo Grande, Corumbá e Dourados (de quinta-feira a sábado), Naviraí (quinta e sexta-feira), Três Lagoas (quinta e sexta-feira) e Rio Verde (sexta-feira), além das agências de Deodápolis, Ivinhema (ambos sexta-feira), Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina (todos quinta e sexta-feira) e Sidrolândia (quinta-feira). Na capital, apenas no período da manhã do primeiro de dia de evento, cerca de 400 alunos de quatro escolas estaduais estiveram presentes na unidade.

“O Senai tem uma relação estreita com a sociedade , mas este dia é especial, justamente pelo fato de todas as unidades realizarem ao mesmo tempo o evento, que é totalmente dedicado a receber as pessoas interessadas em conhecer o nosso mundo. Um mundo da formação profissional, de serviços técnicos e tecnológicos. É um mundo de possibilidades de conhecimento profissional e de melhoria da vida das pessoas, por meio do estudo e formação profissional”, declarou o gerente da FatecSenai Campo Grande, Artur Quintella.

PARTICIPANTES

Para Gabriela Paniago, 15 anos, aluna do 1º ano do Ensino Médio da Escola Estadual Emygdio Campos Widal, a visita ao Senai apresenta possibilidades de formação. “Eu pretendo fazer faculdade de medicina, mas considero muito interessante conhecer as opções de formação técnica”, disse. A colega dela Bianca Yuri, 17 anos, disse que atualmente faz curso de computação e que se interessa nos cursos técnicos. “Penso em fazer engenharia civil, mas não elimino a possibilidade de fazer cursos em áreas que atendam a indústria”, pontuou.

Já o professor de Matemática, Edison Maziera, que compareceu com 21 alunos do 2º ano do Ensino Médio da Escola Estadual General Malan, acrescentou que a formação de nível técnico não elimina a de nível superior. “Eu mesmo fiz curso de segurança do trabalho no Senai de São Paulo e hoje sou professor de matemática, por isso incentivo os alunos a fazerem cursos, pois uma formação não elimina a outra, pelo contrário, é um fator agregador”, declarou.

Loren da Silva, 16 anos, aluna da Escola Estadual General Malan, quer seguir os passos do professor. “Penso em fazer o curso de segurança do trabalho, porque aqui no Estado a indústria está crescendo e há necessidade de profissionais. Hoje é um dia para conhecer melhor tudo o que Senai tem”, disse.

INTEIOR

Em Três Lagoas, a expectativa é de que 1,2 mil pessoas compareçam durante os dois dias de evento. “Quanto mais nós dinamizarmos as informações a respeito da formação profissional, a comunidade irá perceber a força da indústria e as oportunidades que ela oferece em vagas de emprego. Nos próximos 5 anos com a chegada de novos empreendimentos ao município cerca de 3,5 mil novas vagas serão abertas e há uma demanda por mão de obra qualificada que precisa ser atendida, por isso com o Mundo Senai nós estamos difundindo a variedade de cursos oferecidos para que o aluno possa escolher de forma mais acertada o curso no qual ele se identifica”, declarou o gerente da unidade Adevaldo Vasconcelos.

O estudante Lucas Honório Silva, 14 anos, contou que se identifica com a área de robótica. “É interessante estudar e fazer o curso ao mesmo tempo para sair da escola já com uma profissão”, falou. Com os olhos atentos aos movimentos do instrutor na máquina de costura industrial, Mateus de Jesus, 16 anos, mostrou-se impressionado com a rapidez na confecção de uma peça de roupa e quer aprender a profissão. “De todas as salas que visitamos, sem dúvida, a oficina de costura foi a mais interessante. O professor costurou uma camiseta em menos de 5 minutos”, disse.

Para a estudante Miyuki Laura Kimura, 17 anos, a formação em curso técnico atualmente ganhou mais destaque do que o curso universitário. “Minha mãe sempre quis me trazer para o Senai e agora tenho convicção de que é uma escolha certa. Quero atuar na área de administração”, afirmou. Já em Corumbá, segundo o gerente Marcelo Alexandre Zinsly, expectativa é de que mil pessoas visitem o local durante os dois dias. “O Mundo Senai é uma grande oportunidade os alunos conhecerem os cursos e qualificações e se preparar para o mercado de trabalho”, pontuou.

Em Dourados a expectativa é de que pelo menos 800 pessoas passem pela unidade durante os três dias de evento. “Este momento é importante para que nossos futuros alunos conheçam a entidade e as ocupações profissionais relacionadas à indústria. Além disso, os empresários também são convidados para visitar a unidade e conhecer os serviços técnicos, tecnológicos e editais de inovação”, declarou o gerente da unidade Guilherme Branco.

O aluno da escola Estadual Celso Muller do Amaral, Marcos Felipe, 16 anos, disse que é importante a iniciativa do Senai. “Pretendo me matricular em um dos cursos oferecidos pelo Senai”, pontuou. Já o aluno Leopoldo Henrique, 16 anos, contou que na visita pode perceber as opções oferecidas pelo Senai. Para Jene Mary de Almeida Bataglin, coordenadora de Língua Portuguesa da Escola contou que muitos alunos da escola procuram o Senai após concluírem o Ensino Médio. “Durante essa visitação identifiquei dois egressos que há alguns anos participaram da visita e que se tornaram alunos do Senai e hoje são coordenadores de cursos oferecidos pelo Senai”, disse.

Mais informações sobre o Mundo Senai podem ser acessadas por meio do site http://www.mundosenai.com.br/.

(*) Com informações de Assecom Fiems

Comentários