26/02/2018 13h57

Nível do rio Miranda ultrapassa os sete metros e permanece em estado de emergência

O Imasul emitiu Aviso de Evento Crítico alertando para o risco iminente de alagamentos e o nível do rio chegou a 7,15 metros.

Redação

O nível do rio Miranda continua subindo e em estado de emergência, de acordo com monitoramento feito pela Sala de Situação do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro). O rio percorre uma distância estimada de 490 km, entre os municípios de Corumbá e Ponta Porã.

Na quinta-feira (22) o rio estava em 6,62 metros e o Imasul emitiu Aviso de Evento Crítico alertando para o risco iminente de alagamentos. Como previsto o rio Miranda chegou a 7,15 metros no dia seguinte, causando problemas aos moradores locais.

Devido à chuva em vários pontos do Estado, no fim de semana o rio Miranda continuou subindo com marca de 7,34 metros no sábado, 7,41 metros nesse domingo e 7,49 metros nesta segunda-feira (26.2).

A tendência é de que o rio continue subindo até amanhã, porém se as chuvas continuarem a alta deve permanecer nos próximos dias. No final de semana, a prefeitura e a Defesa Civil se uniram para dar apoio às famílias atingidas pelas enchentes.

A Sala de Situação do Imasul monitora os leitos dos principais rios do Estado em 12 pontos e informa a Defesa Civil sempre que o nível supera o limite considerado de alerta ou emergência. Além da Sala de Situação, a Semagro dispõe de outro importante instrumento para orientar o poder público e a população em geral sobre mudanças bruscas no clima e tempo: o Centro de Monitoramento de Tempo, do Clima e dos Recursos Hídricos de Mato Grosso do Sul (Cemtec).

*Portal do MS

Moradores estão ilhados em muitos locais. (Foto: Divulgação)

Comentários